Prefeito de Palmares tem contas de 2014 rejeitadas

Paulo Lang

Ontem (16) a Câmara Municipal de Palmares do Sul apreciou as contas da gestão do prefeito Paulo Lang (PT) em 2014 e 2015. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) havia decidido pela rejeição do exercício financeiro de 2014.
Indo para voto no plenário do Legislativo, as contas de 2014 não obtiveram a aprovação de dois terços dos parlamentares, pois votaram contra Polon Oliveira, Eduardo Alves, Ademar Terra e a presidente Juliana Ortiz. O placar ficou em cinco a quatro.
Nos círculos oposicionistas da cidade, já se ventila a possibilidade de Lang vir a se tornar inelegível por oito anos. O processo volta ao TCE para apreciação.

Anúncios

A magia das emendas: glamour com o dinheiro alheio

Dep. Jerônimo Goergen e prefeito Gauto (dir.)

É a época da romaria dos deputados pelo Litoral Norte, distribuindo emendas que destinam recursos às administrações municipais.
Hoje (16) foi a vez do deputado federal Jerônino Goergen (PP) fazer seu agrado às lideranças políticas da região. Ele esteve em Capão da Canoa, Xangri-Lá e Tramandaí. Nesta cidade reuniu-se com o prefeito Gauto e anunciou a chegada de R$ 100 mil para a saúde local através de uma emenda.
Evidente que os prefeitos são extremamente receptivos a estas emendas, em razão das dificuldades orçamentárias que enfrentam. O que se questiona é o oportunismo e a falta de critérios diante das clamantes necessidades dos municípios. As emendas se prestam para uma distorção do papel parlamentar, criando laços paternalistas e personalistas. Mas o cordão de puxa-sacos é enorme e vários beijam a mão do ungido vindo de Brasília, terra da magia e destas bruxarias com o dinheiro público que ocorrem principalmente em ano eleitoral.

Morre vereador Marcos Bolzan

Marcos Bolzan

Hoje faleceu Marcos Bolzan, vereador licenciado do PDT. Ele estava afastado das atividades legislativas em razão de tratamento médico que realizava em Porto Alegre contra o câncer. Marcos era irmão do presidente do Grêmio e ex-prefeito de Osório, Romildo Bolzan Júnior.
Por algumas vezes entrevistei-o, tanto como secretário municipal da Agricultura e Pecuária como vereador. Sempre demonstrava grande interesse pelo desenvolvimento da comunidade, procurando agilizar projetos e atividades.
O velório terá início hoje às 22 horas, na Câmara Municipal de Osório, seguindo até as 15 horas de amanhã.

EJA é discutido em Osório

Debates foram na Escola Polivalente

Ontem à noite, na Escola Polivalente, em Osório, houve sessão da Comissão Especial para analisar a oferta da Educação de Jovens e Adultos (CEEJA), presidida pela deputada estadual Stela Farias (PT). Segundo ela, está ocorrendo redução de recursos para o EJA. “Isto é gravíssimo, pois o EJA é a última oportunidade para a qualificação de grande parte da população. Estamos fazendo uma defesa brutal deste segmento que sofre muito com o desemprego e o subemprego”, avalia a parlamentar.
Esta foi a sétima audiência do CEEJA. Estão previstas mais oito. Dela participaram a Secretaria Municipal de Educação de Osório e a 11ª Coordenadoria Regional de Educação. Muitos alunos assistiram às explanações.

Prefeitura de Osório planeja saldar dívida com Fundão

Vereadores reuniram-se com sindicato e Executivo

Nesta semana vereadores estiveram reunidos com servidores da Prefeitura de Osório para tratar das pendências com o Fundo de Previdência Social do Município de Osório (FPSMO), o Fundão. Houve apartes e cobranças, visando esclarecer a questão.
Conforme Maicon Lessa, membro do conselho gestor do FPSMO, a administração municipal deve, da parte patronal, pouco mais de R$ 11 milhões. O Executivo está procurando quitar esta dívida através de parcelamentos que podem chegar até a 60 vezes. Lessa explica que há dificuldades em razão da queda da receita municipal, o que leva a um necessário parcelamento. A contribuição, descontada dos servidores, encontra-se em dia.
Os vereadores acompanham a gestão do Fundão e o assunto vai continuar sendo debatido no Legislativo. O tema também preocupa o Sindicato dos Servidores Municipais.

UERGS terá eleição

Sandra Lemos e Leonardo Beroldt

Hoje à noite entrevistei o candidato a reitor da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Leonardo Beroldt, e Sandra Lemos, candidata a vice-reitora. Eles e outras duas chapas concorrerão na eleição de 27 e 28 de agosto, quando ocorre o primeiro turno. A Uergs possui um campus em Osório, com possibilidade de aumento de atividades, pois recebeu da Prefeitura de Osório grande área junto ao Centro Olímpico.
Conforme Beroldt, a entidade carece de maiores recursos para investir em equipamentos e professores. São 44 cursos em 24 unidades universitárias. Ele ressalta que sua meta é disponibilizar um ensino superior público de qualidade, com grande esforço na pesquisa e extensão, graduação e pós-graduação.
Os principais compromissos de Beroldt e Sandra são a garantia do status de universidade no credenciamento de 2022, democratizar as instâncias deliberativas e consultivas, realização da estatuinte universitária, fomento ao ensino, pesquisa e extensão, valorização do corpo funcional e apoio ao estudante.
“Hoje 60% das vagas da Uergs são de cotas”, me afirmou o candidato a reitor, destacando o papel social da Uergs junto às comunidades.
*Estamos disponíveis a publicar o programa das outras candidaturas.

CUT avalia cenário de crise

Dirigentes sindicais abordaram quadro de crise

Hoje pela manhã dirigentes da CUT Metropolitana realizaram palestras na sede do Sindicato dos Bancários do Litoral Norte, em Osório. Eles avaliaram a conjuntura da crise nacional, as reformas feitas pelo Governo Temer e seu impacto na vida dos trabalhadores e jovens.
Como estamos em ano eleitoral, foram feitas fortes críticas ao deputado Alceu Moreira (MDB), pois votou a favor de toda a política implantada pelo presidente Temer e sua equipe.
Também foram abordados o impeachment de Dilma Rousseff, considerado um puro ato golpista, e a prisão de Lula, já visando retirá-lo da corrida presidencial deste ano.