Hospital de Osório: “deixa como está para ver como fica”

Claudio Paranhos cumprimenta funcionários

Nesta tarde aconteceu mais uma reunião no Ministério Público de Osório a respeito da crise do Hospital São Vicente de Paulo. Estavam o prefeito Eduardo Abrahão, direção do Hospital e funcionários, Sindisaúde e o coordenador regional de Saúde, Claudio Paranhos.
Apesar de serem problemas crônicos, inclusive já previstos por alguns setores da comunidade, a toada continua a mesma em relação ao Hospital: o problema são os repasses pequenos e atrasados, a falta de melhor contratualização com o poder público e tabela de custeio defasada. É o legítimo “deixar como está para ver como fica”, pois são adotadas apenas medidas paliativas e não definitivas. A intervenção da administração municipal, prorrogada por mais seis meses, não logrou reverter a espiral deficitária das finanças da entidade.
COORDENADOR DEFENDE GESTÃO
ESPECIALIZADA PARA O HOSPITAL

O coordenador Claudio Paranhos teve uma conversa franca com os preocupados funcionários do Hospital que estão realizando paralisação que deve se encerrar amanhã. “Está na hora de o Hospital de Osório pensar no seu futuro. Até agora muito se falou e pouco se solucionou. O São Vicente precisa de uma gestão especializada neste momento”, afirma.

Anúncios

Prefeitura de Tramandaí equipa Guarda Municipal

Entrega dos equipamentos foi no gabinete do prefeito

O Consepro Zona Sul, representado pelo presidente Carlos Garcia, entregou ao prefeito Luiz Carlos Gauto, nesta terça-feira (16), os equipamentos de segurança individual, como coletes balísticos e fardamentos, para a Guarda Municipal de Tramandaí.
Segundo Gauto, esta parceria entre a prefeitura, o Consepro e o Ministério Público é de grande importância para a segurança da comunidade.
Já Carlos Garcia falou que “o Consepro realiza muitas ações voltadas para a segurança pública. Além desses coletes e roupas de verão, foram adesivadas as viaturas. Acreditamos sempre na parceria e no trabalho conjunto entre esta entidade e o setor público.”
EXEMPLO A SER SEGUIDO
Outros municípios da região, como Osório, Capão da Canoa e Cidreira, deveriam implantar suas próprias guardas, visando aumentar a segurança local. Trata-se de ação que influi muito na segurança das praças, ruas, prédios públicos e logradouros de maior circulação de pessoas.

Servidores do Hospital retomam paralisação

Manifestação é retomada na frente do Hospital

Novamente os funcionários do Hospital de Osório estão fazendo paralisação, uma forma de protesto contra os atrasos salariais. Nesta semana houve depósito de R$ 600, cobrindo apenas parcialmente os valores devidos. A categoria reclama a falta de pagamento do 13º salário e das férias.
A paralisação se estenderá até sexta-feira (19), quando nova assembleia será realizada. Ela está sendo acompanhada por integrantes do Sindisaúde. Cerca de 30% dos funcionários estão trabalhando, atendendo casos de urgência e emergência.
Há parcelas atrasadas do Governo do Estado, o que motiva um embate político, já que o governo municipal do PDT procura jogar a conta da crise hospitalar em Osório no colo do Governo do Sartori. Por outro lado, a compra de serviços por parte da administração municipal cobre apenas uma parte dos custos da instituição, levando-a a uma situação de déficit constante.

Gestão do lixo une Prefeitura de Tramandaí e Ufrgs

Próxima reunião do grupo de trabalho será em março

O secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Campani, participou hoje (15) de uma reunião com a Ufrgs sobre a gestão dos resíduos sólidos de Tramandaí. O projeto faz parte do convênio entre a prefeitura e a universidade, envolvendo todas as secretarias da administração municipal.
O objetivo do encontro foi conhecer a amplitude do lixo e orientar a gestão municipal, contando com a parceria da universidade. Está em estudo o tipo de resíduo produzido em Tramandaí, as pessoas e entidades envolvidas na questão e o empreendedorismo e beneficiamento dos resíduos.
O próximo encontro deste grupo de trabalho será em março. Uma das metas é a geração de trabalho e renda com a reciclagem e a criação de novos serviços em razão das obrigações dos geradores e exigências de beneficiamento.

FASE será construída em Osório

Procurador Fabiano Dallazen e prefeito Abrahão (dir.)

Hoje (15) o prefeito Eduardo Abrahão recebeu em seu gabinete o procurador-geral de Justiça do RS, Fabiano Dallazen, acompanhado de promotores.
Dallazen comunicou ao prefeito que o Governo do Estado irá construir em Osório, no bairro Serramar, uma unidade da Fundação de Atendimento Socio-Educativo (FASE), voltada ao acolhimento de adolescentes infratores. Abrahão reclamou. “Em meu entendimento, o município não pode ser o único a arcar com os ônus sociais e deve haver a descentralização desse tipo de estrutura de segurança na região”, declarou.
Já o procurador-geral explicou que a construção da Fase em Osório está determinada por força de uma sentença judicial.

Hospital em crise

Autoridades do setor público e dirigentes do Hospital de Osório estiveram reunidos na semana passada no Ministério Público. O Hospital encontra-se em grave crise financeira, com grande parte dos funcionários insatisfeita em razão dos atrasos salariais.
A categoria anuncia que realizará nova paralisação nos próximos dias, caso permaneçam os mesmos problemas. O Sindisaúde tem acompanhado as manifestações dos funcionários e está atento às negociações que envolvem a Prefeitura, Hospital e Governo do Estado.

PDT tem movimento em defesa da educação

MTPE reunido com prefeito e primeira-dama

No dia 5 de outubro de 2017 foi criado dentro do PDT gaúcho o Movimento Trabalhista pela Educação (MTPE), cuja sede fica em Porto Alegre, no bairro Floresta.
Seu objetivo é congregar os professores pedetistas em uma entidade que busca o desenvolvimento da educação e a qualificação do debate político sobre o setor. O núcleo osoriense é dirigido pela professora Elaerte Silva Leonardo.
Nesta sexta-feira (12) o MTPE realizou uma atividade de apresentação na Câmara de Osório, o que foi importante, na medida em que estava visitando a cidade o pré-candidato a governador pelo PDT, Jairo Jorge, que conversou com as dirigentes do movimento. O prefeito Eduardo Abrahão compareceu a este seminário, desejando boa sorte ao MTPE e ao seu núcleo local. Também esteve presente a secretária municipal de Educação, Lourdes Helena Gularte.