Osório e Tramandaí chegam a acordo sobre Agual

Foto: Gabriela Pacheco

Na manhã da última terça-feira (3) o prefeito de Osório, Romildo Bolzan Júnior (PDT) recebeu o prefeito de Tramandaí, Anderson Hoffmeister (PP), juntamente com engenheiros e setor jurídico das duas administrações para resolverem a questão da área invadida do bairro Agual, em Tramandaí, mas que pertence ao município de Osório.
O prefeito Romildo revela que a questão foi resolvida pela aquisição da área pela Prefeitura de Tramandaí. “Nós formatamos a comissão, comum, dos dois municípios para avaliar a área, dar andamento nas tramitações e vencer todos os trâmites burocráticos que temos ali. Notificar a Cotisa para ver se da área delimitada da RS 30 até os fundos, quantos negócios foram realizados ali, para respeitar os negócios de terceiros. O saldo desta área será adquirido pelo município de Tramandaí e o preço a ser avaliado, nas condições de dez anos para pagamento, com Tramandaí passando a ser o responsável pela urbanização e por toda aquela parte do município”, disse Romildo.
As famílias que desejam regularizar a sua situação devem procurar a prefeitura de Tramandaí. “As famílias devem procurar a sua regularização junto à prefeitura de Tramandaí. Aquilo é uma invasão. O município de Osório já tinha tomado as devidas providências. É uma situação de ocupação irregular, tem todo um processo a ser feito ainda e nós saímos fora disso. Temos duas ações de reintegração de posse e passará o município de Tramandaí a fazer a regularização fundiária”, disse o prefeito Romildo.
A área em questão pertence ao município de Osório, compreende uma extensão de 15 a 20 hectares, onde se estima que 1.800 lotes foram invadidos. As invasões na área iniciaram na década de 80 e desde 2005 um processo judicial encaminhado pela Prefeitura de Osório pede a reintegração de posse da área que agora será adquirida pela Prefeitura de Tramandaí.

  1. paulo

    Bem pertinente ao prefeito papa defunto pegar essa área podre do bairro agual, onde impera a marginalidade. Um lugar sem lei, prostituição, drogadição, alcoolismo, criminalidade. Em resumo uma fonte de medíocres sem alcance, mas eleitores, limitados mas ainda eleitores. A campanha eleitoral se aproxima, e mais uma vez a defesa dos direitos de alguns se sobrepõe ao da população em geral. Tramandaí é hoje retrato de vergonha, com políticas públicas inexistentes, a saúde largada as baratas literalmente, haja vista as condições de higiene dos postos de saúde, entre eles o Posto 24h. As pessoas vão em busca de saúde e é bem capaz de contrairem uma doença. E quanto ao verão, nossa sem palavras, foi se o tempo de “capital das praias”, isso que os royalties da Petrobrás foram substanciosos para Tramandaí, gostaria eu como eleitor, morador e contribuinte do município, saber onde está sendo empregado esse dinheiro, porque as escolas e creches estão em mesmas condições há anos, assim como a segurança, e a saúde que acabei de relatar. Portanto reforço a fala, os eleitores marginais e marginalizados do Agual, são acima de tudo seus cegos eleitores.

    Curtir

  2. lira

    Concordo em partes. Moradora há mais de 2 anos em Tramandaí…e a cada dia se vê esta cidade mais abandonada, meio fio cheio de mato e areia,quando tem capina tranferem o mato, de um lugar para outro [ao lado], ruas esburacadas, terrenos não ocupados cheios de mato e lixo, pergunto: onde vai os caros impostos arrecadados do povo desta cidade? escolas sujas sem conservação, calçadas cobertas de mato, aqui em Oásis até Jardim do Édem a beira da praia sem calçadas, ruas sem asfalto, que torna as caminhadas uma verdadeira armadilha…esgoto direto para o mar, e a saúde? como comentaram acima, posto aqui da zona sul sem medico por meses, agora tem um clinico geral só pela manha e 20 fichas, o que são 20 fichas? NADA, era melhor continuar fechado…para se ter um atendimento, só o 24 São Francisco, que o atendimento é bom, pessoas que atendem lá são educadas, [coisa rara]mas é apertado sem espaço, e sujo, no frio é muito mais frio dentro, do que na rua, projetaram [acho] para ser frequentado só no verão…no inverno é um lugar para se pegar todo tipo de doenças invernais, pois se fica “empilhado” uns colados nos outros…péssimo, mas isto o prefeito não vê, prefeito…Anderson Hoffmeister (PP)aonde vai os royalties da Petrobrás? o que é feito com todo dinheiro que Tramandaí recebe? demita seu secretario de saúde…é muito ruim…E os ônibus o São Cristóvão que passa lá no posto, minha nossa!!! já fiquei uma hora esperando, o Jardim do Édem[ônibus] em horas de “pico” passa mas das 10 horas ate meio da tarde, é 40 minutos na parada, outra coisa que nunca vou entender, porque o São José e o Transcal passam juntos? olha este secretario dos transportes[ acho que é a secretaria que deve cuidar desta parte] deve odiar quem anda de ônibus, pois quer dificultar os “pobres mortais” que não tem carro, e ficam 30 minutos na parada, pois as duas empresas passam juntas, no mesmo horário…uma pessoa inteligente veria que ajudar o povo seria passarem a cada 15 minutos uma das empresas, já que para voltar para casa tem que atravessar a ponte e pegar o São José do lado de Imbé…ou entrar em um Transcal lotado como “bovinos”. Prefeito onde o senhor aplica os royalties da Petrobrás? a próxima eleição, farei campanha contra o senhor, se fosse inteligente saberia que 4 coisas o povo quer de um prefeito SAÚDE – LIMPEZA – EDUCAÇÃO – SEGURANÇA]mesmo que seja responsabilidade do Governador]mas um prefeito, que zela pelo bem estar das pessoas do seu município, é um ótimo prefeito, mesmo que deixe de fazer muitas coisas…o senhor é um péssimo prefeito.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s