PMDB torna-se alternativa frente à crise brasileira

Temer recepcionado por Sartori e Gabriel Souza

Temer recepcionado por Sartori e Gabriel Souza

Estava segurando na minha cabeça o título desta matéria, ainda avaliando as notícias dos últimos dias. A conclusão a que chego é que o vice-presidente Michel Temer fez uma jogada de mestre, emparedou adversários, arregimentou companheiros que vinham insatisfeitos e lançou seu partido numa espiral positiva.
A viagem para o Rio Grande do Sul caiu como uma luva para Temer, pois o PMDB gaúcho tem alas importantes que são contra o Governo Dilma. Claro que há a aparente neutralidade do governador Sartori, uma postura cautelosa diante dos temas difíceis que precisam ser tratados pelo Governo do Estado em Brasília.
O PMDB respira novos ares, reunificando-se e pensando seu futuro de uma forma diferente, sem seguir a agora incômoda agenda petista. E a famosa carta de Temer para a presidente Dilma foi a decretação de uma nova fase para o PMDB, fugindo das sombrias perspectivas que rondam o Palácio do Planalto.

Anúncios

Um Comentário

  1. Jorge Loeffler

    Sou leitor assíduo do blog do Gastão Muri. Ele além de jornalista é também professor de história. Tem assim boa bagagem. Ocorre que vejo esse MDB ou PMDB sempre com reservas. Pedro Simon fala, fala, fala e nada mais faz do que falar. Como Governador havia prometido mundos e fundos ao magistério e por não ter palavra enfrentou a mais longa greve do magistério ocorrida nesse Estado. No governo do Simon fui por ele perseguido. O sei honesto, algo raro nos que fazem política dos dias atuais. Lembro que foi esse MDB com Rigotto, Britto, Sartori e outros que enterrou o Rio Grande do Sul. Simon extinguiu a CÍNTEA, Companhia Intermunicipal de Estradas Alimentadoras e não o DAER, este sim um peso morto e demasiado oneroso ao Tesouro Estadual. Veio o Britto que em quatro anos detonou a estrutura do Estado. Britto passou um calote nos servidores que resultou hoje em volume de mais de 10 BILHÕES DE REAIS em precatórios. Britto junto com Sartori criou um PDV dentro da área da segurança pública em que até o soldadinho é CONCURSADO e poupou o DAER, este sim desnecessário por que INÚTIL, mas mantido por que ali há os malditos CARGOS EM COMISSÃO onde esses políticos empregam nos quatro anos de mandato os seus cabos eleitorais que ali ficam quatro anos mamando nas tetas do estado para serem úteis na futura campanha do governador da ocasião. Esse MDB e os que nele militam não têm maior preocupação com a coletividade e sim com seus próprios interesses.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.