Funcionamento da UPA é discutido na Câmara de Osório

O investimento em saúde é fundamental para uma comunidade. No entanto, o setor vem sofrendo com os atrasos de repasses e falta de um norte administrativo, deixando o SUS a descoberto, o que implica em grandes dificuldades para a massa trabalhadora das cidades.
As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) se tornaram uma bandeira para o Governo Dilma, mas sua implantação está envolta em problemas no Litoral Norte.
Em Tramandaí, o prefeito Edegar Rapaki (PMDB) vai destinar R$ 700 mil para a UPA da cidade, levando fatalmente ao fechamento dos postos 24 horas do Centro e do bairro São Francisco.
UPA DE OSÓRIO
O vereador Roger Caputi (PMDB), na sessão desta segunda-feira (21), afirmou que ainda quer ver em Osório o funcionamento da UPA cujas obras arrastam-se, no entanto assinala que será mais uma despesa para a administração municipal, enquanto poderia concentrar os recursos no Hospital São Vicente de Paulo.
O vereador Rossano Teixeira (PP) ponderou que os valores são baixos para o município e está prevista no contrato a participação forte dos governos estadual e federal. “Se o governo estadual e o governo federal não bancarem a sua parte, obviamente a UPA não abre”, afirmou.

Anúncios

Um Comentário

  1. Jorge Loeffler

    Resido em Tramandaí desde 05/08/2014 e quando mudei para cá o prédio da UPA já estava aparentemente pronto, tal como se encontra hoje. Desde então o mesmo permanece todas as noites com as luzes internas acesas, pois ao final das contas somos nós que pagamos a energia consumida. Ao lado do mesmo também um belo prédio de uma Escola Infantil concluso, mas sem ser utilizado até o presente momento. Tramandaí não é uma e sim duas. Explico por que digo isto. A área central tem o pavimento de suas ruas muito bem conservado, não há lixões, as principais Avenidas têm seus canteiros repletos de flores. Uma verdadeira cidade. Há infelizmente a dita Zona Sul onde tudo que se possa imaginar ocorre.
    Hoje a indústria para se manter em atividade faz produtos cada vez menos duráveis de forma que a cada três anos, mais ou menos precisamos substituir quase tudo o que temos dentro de nossos lares. Aqui na Zona Sul a cada terreno baldio há um lixão. Já sei, vão me dizer que o povo é relaxado. Sim isto é verdade, mas não menos verdade que não há na cidade SERVIÇO DE FISCALIZAÇÃO. Se há quadro de fiscais esses não trabalham o que depõe contra o Prefeito e todo o quadro funcional. A Vigilância Sanitária é um exemplo de como algo funciona muito bem na Prefeitura e digo isto por que um de meus canídeos teve problemas de saúde e o atendimento dado ao caso foi exemplar. A Zona Sul clama faz muito tempo por pelo menos um semáforo na RS-786 aonde veículos conduzidos por loucos rodam em altíssimas velocidades mesmo estando a referida via entregue ao abandono. Policimento de quarteirão não há tanto no inverno quanto no verão. Agora e até o final do veraneio se percebe a presença de guardas rodoviários, verdadeiros VERANISTAS, pois encerrada a temporada literalmente evaporam. No presente momento com o retorno do tal PMDB e Sartori que penso tenham vindo para terminar o que Sartori fez ao lado de um tal Britto há anos passados o litoral está ferrado. Como no ano vindouro teremos eleições municipais penso que possam tanto a escola acima referida quanto a UPA serem ativadas, pois a abandonada Zona Sul que paga tributos como o restante da cidade tem expressivo número de eleitores. Valemos pelo voto e não como cidadãos. Essa é uma constatação que faço com pesar, mas absolutamente verdadeira.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s