Euforia em 2012: previa-se alta complexidade no Hospital

Otimismo em 2012: falava-se em alta complexidade

Prefeito Romildo impulsionou investimentos

“Repassamos ao hospital, mensalmente, R$ 500 mil na compra de serviços. Hoje, o município de Osório é uma referência no atendimento em saúde básica e de média complexidade e será também de alta complexidade e isso acontece graças a políticos e políticas sérias de desenvolvimento do município”, assim falou em fevereiro de 2012 o então secretário da Saúde, Eduardo Abrahão.
Foi uma afirmação em meio a um grande otimismo em relação ao futuro do Hospital, já que era excelente a situação financeira da Prefeitura.
Hoje haverá audiência pública na Câmara de Osório para debater a crise hospitalar. Faltam recursos até para as refeições dos pacientes e os atrasos salariais são um tormento. O quadro mudou de 2012 para cá. Vamos ver como os atores políticos e a comunidade se comportarão. Circula na cidade abaixo-assinado reivindicando intervenção do Executivo Municipal no Hospital.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s