Pimenta: “não reconhecemos esse governo golpista”

Dep. Paulo Pimenta

Dep. Paulo Pimenta

Encaminhei perguntas ao deputado federal Paulo Pimenta, vice-líder do PT na Câmara. O ambiente político segue tumultuado em Brasília. O presidente em exercício Michel Temer está apresentando suas linhas de ação, mas esbarrando em contrariedades múltiplas.
Dilma Rousseff ainda luta para manter seu mandato, o que se definirá no Senado. Dentro deste debate conflagrado, Pimenta faz severas críticas a Temer e sua equipe, tendo como base algumas medidas tomadas pelo governo provisório.

1)Como estás vendo as ações do presidente em exercício Michel Temer?
Não reconhecemos nenhum ato desse governo ilegítimo e golpista. É um desastre atrás do outro. Os 20 dias são marcados por uma série de medidas desastrosas, como o fim do Ministério da Cultura, queda de dois ministros flagrados tentando barrar a Lava Jato, fim da CGU, cortes no Minha Casa, Minha Vida, anúncio de cortes no Bolsa Família, na área da saúde. Um governo conservador que expulsou as mulheres do primeiro escalão. Ninguém consegue apontar, sequer, uma medida positiva desse governo golpista. Em poucos dias, Temer já conseguiu entrar para a história com um dos piores governos de todos os tempos.

2)As últimas revelações confirmam a tese de golpe, conspiração contra a presidente Dilma Rousseff?
Com certeza, o Brasil assiste perplexo às tramas que foram feitas para afastar a Presidenta Dilma Rousseff, uma mulher honesta, que jamais interferiu em qualquer investigação, diferente do que foi revelado pelo grupo político do Temer, que, pelo que se sabe, buscava oferecer proteção para parlamentares investigados votarem a favor do golpe. É um escândalo o que aconteceu, mas não nos surpreende, pois desde o início desse processo nós vínhamos denunciando um esquema criminoso montado no Congresso Nacional para afastar Dilma, obstruir a justiça e salvar parlamentares investigados por corrupção, naquilo que o braço político de Michel Temer chamou de ‘acordão nacional’.

3)Há chance de a presidente Dilma Rousseff reverter o processo de impeachment no Senado?
Certamente, veja que a popularidade da Presidenta disparou e hoje está em 33%, um crescimento de mais de 300% nos últimos meses, por que a população brasileira se deu conta do que estava realmente por trás do golpe. A Dilma não cometeu qualquer crime. Muitas pessoas que foram às ruas estão envergonhadas pois começa a cair a ficha de que elas foram manipuladas e usadas por parlamentares investigados. Essas pessoas se deram conta que, na verdade, não havia nenhum interesse nacional, nenhum interesse para o país. Nesse mesmo sentido, senadores já começam a rever seus posicionamentos depois do episódio do vazamento dos áudios.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s