Governo Sartori realiza pedaladas fiscais

O Ministério Público (MP) de Contas do Estado emitiu parecer recomendando a desaprovação das contas do exercício de 2015 do governador José Ivo Sartori (PMDB), em parecer emitido nesta quinta-feira (01) pelo procurador-geral do MP de Contas, Geraldo Costa Da Camino. Entre as alegações estão os decretos de abertura de créditos suplementares, conhecidos como “pedaladas fiscais”, motivo que deflagrou, no fim de 2015, o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), deposta na quarta-feira (31).
O montante referente a estas operações de crédito, segundo o parecer, é de R$ 1,992 bilhão, em desacordo com os dispositivos legais. De acordo com o MP de Contas, não é possível gerar créditos a partir de uma previsão de receita. “A abertura dos créditos teria sido embasada na tendência de excesso de arrecadação, projetada a partir do acompanhamento mensal da evolução das receitas”, aponta Da Camino, citando os esclarecimentos de Sartori.
FONTE: Affonso Ritter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s