Marchezan endireita Porto Alegre?

marchezanTranscorre a campanha do segundo turno da eleição em Porto Alegre, desta vez sem candidatos do que seria a esquerda gaúcha. Defrontam-se Nelson Marchezan Júnior (PSDB) e Sebastião Melo (PMDB).
Marchezan já desponta nas pesquisas, sendo alvo da ojeriza de segmentos petistas e alinhados.
É uma campanha interessante, servindo para medir o grau de preconceito e tolerância entre partidos e propostas, pois Porto Alegre vinha apresentando tendência a ser de esquerda, com forte viés trabalhista.
O quadro nacional influencia o eleitor capitalino: a crise econômica, o impeachment de Dilma e a repercussão da Operação Lava Jato. Neste contexto despontou a figura jovem de Marchezan, simplesmente a revelar o pragmatismo de grande parte do eleitorado porto-alegrense, uma nova onda no mar vermelho que hoje está sob tempestade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s