Deputados criticam Reforma Previdenciária do Governo Temer

Dep. Henrique Fontana

Hoje à noite, no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), em Osório, aconteceu plenária que tratou da Reforma da Previdência, sendo bastante criticado o projeto proposto pelo Governo Temer.
Os deputados federais Pompeo de Mattos (PDT) e Henrique Fontana (PT) fizeram análises apontando injustiças sociais no modelo escolhido pelo presidente Temer e sua equipe.
Fontana entende que o Governo Temer atua para desmontar o sistema de previdência pública do país. “Essa é uma antirreforma da Previdência que tenta cobrar a conta daqueles que não têm conta nenhuma com o país. Aliás, eles têm é crédito com o Brasil. A idade mínima de 65 anos penalizará os mais pobres e os que têm os menores salários.” apontou.

Dep. Pompeo de Mattos

Pompeo disse que entre as empresas que devem para a Previdência estão a mineradora Vale, com R$ 275 milhões de dívida, a JBS, dona da Friboi, com R$ 1,8 bilhão. “A lista inclui ainda bancos públicos e privados, como a Caixa Econômica Federal (R$ 549 milhões), o Bradesco (R$ 465 milhões) e o Itaú Unibanco (R$ 88 milhões). Esta Reforma da Previdência do Governo Temer não podemos aceitar em hipótese alguma”, assinalou.
Também fez pronunciamento o prefeito Eduardo Abrahão (PDT), somando-se aos dois parlamentares em seu posicionamento contra a reforma do Governo Temer. Abrahão lembrou ainda que a construção do campus do IFRS foi uma realização do governo da presidente Dilma Rousseff.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s