Categoria: Jornalismo

Alceu Moreira preside PMDB gaúcho

FOTO: Vinicius Reis/PMDB-RS

Ontem, em Porto Alegre, o PMDB realizou convenção, onde foi aclamada a nova direção do partido no Rio Grande do Sul. Alceu Moreira é o novo presidente, contando com os vices Sebastião Melo, Regina Perondi e Marco Alba. Gabriel Souza ficou como secretário-geral.
“Tenho orgulho de caminhar com vocês nesta nobre missão de fazer política buscando construir o futuro. Cumprirei com dedicação extrema e humildade”, afirmou Alceu.
O governador José Ivo Sartori estava presente e fez discurso voltado à coesão partidária. “Chegou a hora de dizer ao PMDB: muita unidade, não alimentar nenhum preconceito e praticar a diversidade internamente no partido seja ela política, seja ela religiosa, ideológica, de gênero, seja do que for”, declarou Sartori.
Na ocasião Germano Rigotto colocou seu nome à disposição para concorrer a presidente da República em 2018. “Eu vejo um PMDB forte e aguerrido para uma excelente nominata para candidatos estadual e federal para 2018. E agora, a busca de um projeto de continuidade do Governo Sartori, com responsabilidade fiscal, assim como foi com o Governador Simon”, avaliou.

Marreta está pegando no Alceu Moreira e no Gabriel Souza!

Cartaz na Câmara

As entidades sindicais e políticos apoiadores estão fazendo material contra os deputados Alceu Moreira e Gabriel Souza, ambos do PMDB. O federal foi prefeito de Osório, portanto os adversários na cidade e região não perdem a oportunidade para criticar o voto favorável de Moreira na reforma da Previdência. Já o estadual está se engalfinhando na Assembleia em defesa do pacote de medidas proposto pelo Governo Sartori que afeta diretamente setores importantes da sociedade gaúcha, gerando fortes contrariedades.

Cartaz na feira do produtor

CENTRO DE OSÓRIO

Na reunião realizada ontem, no plenário da Câmara de Osório, foi colocado um cartaz com o Eliseu Padilha e o que seriam suas duas marionetes de pano: Alceu Moreira numa mão e Gabriel Souza na outra. Padilha foi prefeito de Tramandaí e empresário do ramo imobiliário na região.
Hoje de manhã flagrei na Feira do Produtor, realizada no Largo dos Estudantes, novamente o cartaz, expondo este cisma entre os dois parlamentares do PMDB e grande parte dos movimentos sociais e sindicais.

Governo Sartori sob forte pressão

Dep. Stela Farias

Antes da plenária na Câmara Municipal de Osório, entrevistei a deputada Stela Farias (PT) no Largo dos Estudantes, centrando o foco na política estadual. “Cada dia que passa fica mais difícil para o Governo Sartori, pois as eleições estão ficando próximas”, afirma. Stela explica que o pacote que extingue as fundações ainda está em aberto e os sindicatos dos servidores estão entrando com ações na Justiça, o que vem para dificultar as demissões e extinção dos órgãos. “O Governo também não consegue os votos de que precisa”, aponta.
Outra questão é a dívida do Estado. A deputada assinala que todos os deputados aprovaram uma moção para aplicação da Lei Kandir, visando saldar a dívida gaúcha com a União. Chegou a haver reunião em Brasília com os presidentes do Senado e da Câmara, visando efetivar esta medida. No entanto, o Palácio Piratini ainda não acenou com uma solução, apesar de outros estados como Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro estarem tomando providências neste sentido.

Plenária contesta reforma previdenciária do Governo Temer

Números da Previdência Social foram apresentados

Hoje à noite uma assembleia foi realizada na Câmara Municipal de Osório, contando com a presença de entidade sindicais, servidores públicos e moradores. Deram seu testemunho lideranças sindicais, os deputados Elvino Bohn Gass e Stela Farias e Miguel Rossetto, ministro do Trabalho e da Previdência Social do Governo Dilma, deposto no ano passado.
Os números da Previdência Social foram apresentados, contrastando com as avaliações do Governo Federal que apontam déficit e necessidade de reestruturação.
Houve vários pronunciamentos que bateram forte no deputado federal Alceu Moreira (PMDB), pois votou favorável à reforma da Previdência. Também sofreram pesadas críticas o ministro Eliseu Padilha (PMDB) e o deputado estadual Gabriel Souza (PMDB), por conta da política do Governo Sartori, voltada a privatizações de estatais e extinção de fundações.

PREFEITO DÁ APOIO AO MOVIMENTO

Dep. Elvino e prefeito Abrahão (direita)

O discurso do prefeito Eduardo Abrahão (PDT) foi alinhado às bandeiras do PT e seus aliados, tendo apontado o Governo Temer como elitista. Abrahão demonstrou preocupação com a reforma previdenciária proposta pelo governo, pois corta direitos e prejudica a classe trabalhadora. Ele foi advogado do Sindicato dos Bancários, portanto conhece a luta das entidades em favor de melhorias salariais e conquistas sociais.

Ao final foi elaborada a Carta de Osório. “Não assistiremos pacificamente à destruição da classe trabalhadora e conclamamos a população gaúcha a lutar energicamente, enfrentando e denunciando os representantes e serviçais do poder econômico que contaminam a política no Brasil”, afirma a moção.

Pablo Fernandes vai ingressar no PSB

Pablo Fernandes

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) vai realizar no dia 29, na Câmara Municipal de Osório, uma reunião para acolher Pablo Fernandes. O ex-pedetista irá assinar ficha no PSB, em evento que contará com a presença do deputado estadual Catarina Paladini (PSB) e lideranças da região.
Pablo foi protagonista de um momento polêmico na eleição municipal de 2016, pois deixou o PDT e passou a apoiar o candidato a prefeito do PMDB, Luciano Silveira. Ele frisa que se desfiliou da legenda trabalhista logo que passou a apoiar Luciano, nunca chegando a filiar-se ao PMDB.
Também adere ao PSB o advogado Isaque Bernardino, vindo do PHS. Ele foi candidato a vereador no último pleito.

Câmara Federal aprova terceirização

Dep. Paulo Pimenta e o pato

Agora à noite a Câmara aprovou texto-base que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita, para qualquer tipo de atividade. Conforme o site G1, os principais pontos do projeto são:
*A terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa. Por exemplo: uma escola poderá terceirizar faxineiros (atividade-meio) e professores (atividade-fim).
*O tempo de duração do trabalho temporário passa de até três meses para até 180 dias, consecutivos ou não.
*A empresa terceirizada será responsável por contratar, remunerar e dirigir os trabalhadores.
*A empresa contratante deverá garantir segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores terceirizados.
*Após o término do contrato, o trabalhador só poderá prestar novamente o mesmo tipo de serviço à empresa após esperar três meses.
DEPUTADO LEVA PATO AO PLENÁRIO
O deputado federal Paulo Pimenta (PT) levou patos de borracha para o plenário, protestando contra a terceirização e fazendo uma alusão ao movimento, patrocinado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que levou à deposição da presidente Dilma Rousseff. Grandes patos inflados, colocados na frente da sede da Fiesp, foram a marca registrada dos protestos orquestrados contra o Governo Dilma.
“Quem está pagando o pato pelo golpe é o trabalhador. Vamos às ruas para a greve geral. Precisamos vencer o golpe”, afirmou Pimenta. O petista transmitiu a sessão ao vivo em sua página no Facebook.

Desafio Jovem é inaugurado

Na tarde desta segunda-feira (20) ocorreu, na localidade da Baixada, em Osório, a inauguração da sede do Desafio Jovem, instituição especializada em proporcionar ações de prevenção, tratamento e reinserção social ao dependente químico. Ela tem capacidade para 44 acolhidos.
O prefeito Eduardo Abrahão estava presente e destacou a importância da parceria do poder público com a entidade. Também compareceram a juíza Conceição Sampaio e a promotora Cristiane Corrales.