Hélio Bogado lança livro

Dep. Catarina, Bogado, Pablo e Gil Davoglio (esq. p/ dir.)

Hoje estive em Atlântida Sul para o lançamento do livro “Eles querem meu sangue”, de autoria do líder comunitário Hélio Bogado. Compareceram o vereador Ed Moraes e o deputado estadual Catarina Paladini.
A presença do ex-vereador Gil Davoglio levantou questionamentos a respeito de sua possível ida para o PSB, partido de Paladini e Bogado.
O livro aborda ações de Bogado no esporte, política e na busca de melhorias no balneário. Um dos pontos mais importantes da publicação é o que trata do saneamento de Atlântida Sul, pois há questionamentos referentes à empresa Bolognesi. Vários políticos são citados no livro, o que já motiva polêmicas em Osório e região.

Anúncios

Antes do sono…

Faz tempo que não escrevo tal qual um cronista, avaliando, tateando as opiniões circundantes que podem compor um artigo relacionado ao cotidiano, ao nosso momento, pois tenho me pautado pela notícia pura e simples, vez ou outra acompanhada de breves opiniões. No entanto, vamos dar uma guinada.
Surgem as notícias de que foi superada a crise econômica, o que tem seus motivos bem localizados, como veremos. Os agentes econômicos querem criar um clima de otimismo para o final de ano, pois está próximo o Natal. Outro ponto é o Governo Temer, cuja reprovação maciça precisa ser contrabalançada pelas mudanças positivas na economia.
É verdade que a inflação está, aparentemente, domada. Vemos as vendas no comércio do Litoral crescerem, negócios imobiliários sendo fechados em maior número e o surgimento de novos empreendimentos ligados ao ramo de serviço e entretenimento.
No entanto, este entreato da novela tragicômica que envolve o Brasil saído do absurdo impeachment da presidente Dilma Rousseff, merece uma boa dose de desconfiança. Recordo-me do meu falecido pai, de suas explanações sobre o Brasil e seus problemas, ao fim chegando à conclusão de que a hora é de cautela. Amanhã é dia 15 e estou cancelando algumas coisas que tinha me planejado para me resguardar, deixar para fazer no início de dezembro.
Chega dezembro e é aquele rebuliço no Brasil, pois seu povo é passional e quer deslanchar nos festejos natalinos e de Réveillon. Sobre 2017, já posso adiantar que é um ano que jamais esquecerei. Vou poupá-los de artigos sobre retrospectivas de fim de ano, só destaco agora que foi ano de grande aprendizado para mim, com muitos momentos difíceis e algumas alegrias. Enfim, cá estou, uma conjugação de mente e coração, sempre acreditando mais no primeiro, mas vez ou outra bancando o Papai Noel. Sem mais a declarar, o editor deste blog se prepara para mais uma noite de sono.

Amlinorte planeja veraneio

Prefeitos já planejam temporada de verão

Os prefeitos do Litoral Norte já iniciaram a preparação para o Verão 2017/2018, cobrando do Governo do Estado a infraestrutura necessária para receber turistas e veranistas nas praias. A informação é de que a temporada de verão inicia em 16 de dezembro, conforme a equipe do Governo do Estado que participou na última sexta-feira (10) da reunião da Amlinorte, na sede em Osório.
Conforme o presidente da Amlinorte, Cilon Rodrigues da Silveira, prefeito de Xangri-lá, a principal reivindicação dos municípios diz respeito à segurança, com a falta de efetivo para o policiamento. Outra preocupação está na diminuição de salva-vidas em alguns balneários ao longo da orla, justificado pelos oficiais do Corpo de Bombeiros pela falta de recursos do governo do Estado. A Amlinorte está aguardando o agendamento de uma visita do secretário de Segurança Pública do Estado, Cezar Schirmer, ao Litoral Norte para tratar sobre a falta de policiamento na região, principalmente com a chegada do verão.
RESÍDUOS SÓLIDOS
Outro assunto debatido na assembleia dos prefeitos foi a destinação dos resíduos sólidos, uma vez que em maio de 2018 haverá o encerramento das atividades do aterro sanitário de Tramandaí. Com isso, dez municípios litorâneos não terão para onde levar o lixo e a proposta dos prefeitos é preparar uma alternativa conjunta, através do Consórcio Público Amlinorte. Várias reuniões estão sendo realizadas com os técnicos dos municípios, a fim de desenhar um modelo de gestão consorciada para a destinação dos resíduos a um aterro sanitário licenciado.

PMDB de Osório busca informações sobre Hospital

Debate teve momentos tensos

Preocupada com a atual situação do Hospital São Vicente de Paulo, a bancada do PMDB foi proponente de reunião nesta quinta-feira (9) para discutir questões relacionadas à instituição. O encontro teve a participação do prefeito Eduardo Abrahão, do interventor Márcio Rolim, do coordenador regional da Saúde, Cláudio Paranhos, do promotor Luis Balaguez, vereadores, entre outras entidades.
Os vereadores do PMDB Ed Moraes, Charlon Muller, Roger Caputi e Lucas Azevedo estão buscando esclarecimentos para ter conhecimento de todos os dados da intervenção no Hospital no período de um ano e meio.
A bancada entregou uma série de questões a Márcio Rolim. Uma das reclamações da bancada do PMDB é de que as informações solicitadas à diretoria do Hospital não são atendidas. Atualmente o hospital sofre com carência de médicos, material e equipamentos.

Cpers decide manter greve

Em assembleia geral realizada ontem, em Porto Alegre, o Cpers decidiu manter a greve. Trata-se de movimento parcial, pois boa parte dos professores já está trabalhando. Em Torres a greve está encerrada, apesar de ser uma cidade onde a categoria sempre teve intensa participação nos movimentos sindicais.
Na região há preocupação com as aulas terem que adentrar as férias e também em relação aos terceiros anos do Ensino Médio, já que muitos destes alunos planejam fazer vestibular em 2018.
Nesta segunda-feira (13) haverá reunião do comando de greve no 13º Núcleo do Cpers, localizado em Osório.

Prefeitura de Osório ameniza impacto da reposição do IPTU

Pref. Abrahão expôs razões da Prefeitura

Nesta sexta-feira (10) houve audiência pública na Câmara de Osório para tratar da reavaliação dos valores dos terrenos no município, pois há uma defasagem de 13 anos. O vereador Roger Caputi (PMDB) criticou a falta de periódica revisão da planta genérica, o que teria sido motivado pela bonança financeira de anos atrás.
O prefeito Eduardo Abrahão (PDT) contestou Roger, negando ter havido omissão da administração municipal. Destacou a recomendação do Tribunal de Contas do Estado a respeito da necessidade de revisão dos valores da planta genérica.
Ficou decidido que haverá aumento anual de 10% em dez anos, com atualizações a cada quatro. A proposta agradou à maioria, tendo sido amenizado o impacto no bolso do contribuinte.

Locomotiva histórica voltará a Osório

Sec. Rossano Teixeira

Agora há pouco o secretário de Desenvolvimento e Turismo, Rossano Teixeira, me telefonou bastante feliz, informando que a antiga Maria Fumaça retornará a Osório, onde fazia ligação férrea com Palmares do Sul. Segundo ele, foi um trabalho de muito tempo, contando com apoios importantes da comunidade.
Teve papel importante o empresário Ugo Dalpiaz, buscando contato com a família Febernati, proprietária da locomotiva que está no Pampa Safari, um parque desativado localizado em Gravataí. Hoje Ugo esteve na Prefeitura especialmente para dar a ótima notícia a Rossano Teixeira.
A Maria da Fumaça tem importância histórica para Osório e pode ser um motivador de visitação turística, caso haja uma boa gestão por parte do poder público. A locomotiva passará por recuperação, sendo buscada a sua aparência original.