Marcado: Amlinorte

Amlinorte tem novo presidente

Pref. Amauri Germano

Num ambiente festivo e acolhedor, tomou posse no último sábado, dia 27 de janeiro de 2018, o novo presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte, prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano. “Pretendemos fazer muito barulho nesse ano de 2018”, prometeu o novo presidente em seu discurso inaugural e num espírito integrador. Ao seu lado, assumiram os demais membros da diretoria, com o prefeito de Imbé, Pierre Emerim da Rosa, na vice presidência, o prefeito de Torres, Carlos Matos de Souza, na Secretaria e o prefeito de Cidreira, Alexsandro Contini de Oliveira, na Tesouraria, além dos membros do Conselho Fiscal.
Também tomou posse no sábado o presidente reeleito do Consórcio Público Amlinorte, prefeito de Morrinhos do Sul, Luiz Evaldt Steffen, com a mesma diretoria composta no ano passado. A proposta é dar andamento ao trabalho de recuperação do consórcio que vem sendo desenvolvido pelos prefeitos e equipe interna, com o apoio da Amlinorte. O prefeito Steffen destacou em seu discurso que o consórcio deverá lançar ainda em fevereiro um edital emergencial para contemplar a necessidade dos municípios que hoje depositam seu lixo no aterro sanitário de Tramandaí, marcado para encerrar as atividades em maio próximo, além de outros projetos.
O presidente da Amlinorte, Amauri Germano, disse em seu discurso que quer inserir na pauta de discussões da entidade um projeto para o desenvolvimento da região e que para isso conta com o apoio dos 23 prefeitos na tarefa. “Somente com a participação dos 23 prefeitos é que teremos força para fazer as cobranças necessárias”, ponderou. Ressaltou ainda que o trabalho inclui a aproximação com os parlamentares na Assembleia Legislativa e com o Governo do Estado, a fim de alcançar os objetivos propostos.

Anúncios

Amlinorte com nova direção

Amanhã, na Festa do Abacaxi, Cilon Silveira deixará a presidência da Amlinorte. Em seu lugar assumirá o prefeito de Capão da Canoa, Amauri Germano. O desenvolvimento do Litoral Norte depende da ação integrada das prefeituras, o que costuma esbarrar em rivalidades políticas e disputas de beleza. O prefeito Amauri é da nova geração de políticos, levando a crer em políticas mais afirmativas, longe da enrolação que infesta muitos gabinetes.

Amauri Germano é eleito presidente da Amlinorte

Amauri Germano

Nesta sexta-feira (8) o prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano (PTB), foi eleito presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte). O prefeito de Morrinhos do Sul, Luiz Evaldt Steffen, foi reconduzido à presidência do Consórcio Público Amlinorte e estará a frente da entidade no próximo ano.
Amauri Germano disse que desde sua primeira gestão como prefeito, alimentou o desejo de presidir a Amlinorte e que pretende dar continuidade ao trabalho voltado ao desenvolvimento do Litoral Norte.
A solenidade de posse está marcada para o dia 28 de janeiro de 2018, no Balneário Santa Rita de Cássia da praia de Curumim, durante as comemorações da Festa do Abacaxi de Terra de Areia. O ex-prefeito de Caraá, Silvio Miguel Fofonka, foi homenageado durante a reunião de final de ano, por sua história política na região e serviços prestados à frente da Amlinorte durante três gestões como presidente.

Amlinorte planeja veraneio

Prefeitos já planejam temporada de verão

Os prefeitos do Litoral Norte já iniciaram a preparação para o Verão 2017/2018, cobrando do Governo do Estado a infraestrutura necessária para receber turistas e veranistas nas praias. A informação é de que a temporada de verão inicia em 16 de dezembro, conforme a equipe do Governo do Estado que participou na última sexta-feira (10) da reunião da Amlinorte, na sede em Osório.
Conforme o presidente da Amlinorte, Cilon Rodrigues da Silveira, prefeito de Xangri-lá, a principal reivindicação dos municípios diz respeito à segurança, com a falta de efetivo para o policiamento. Outra preocupação está na diminuição de salva-vidas em alguns balneários ao longo da orla, justificado pelos oficiais do Corpo de Bombeiros pela falta de recursos do governo do Estado. A Amlinorte está aguardando o agendamento de uma visita do secretário de Segurança Pública do Estado, Cezar Schirmer, ao Litoral Norte para tratar sobre a falta de policiamento na região, principalmente com a chegada do verão.
RESÍDUOS SÓLIDOS
Outro assunto debatido na assembleia dos prefeitos foi a destinação dos resíduos sólidos, uma vez que em maio de 2018 haverá o encerramento das atividades do aterro sanitário de Tramandaí. Com isso, dez municípios litorâneos não terão para onde levar o lixo e a proposta dos prefeitos é preparar uma alternativa conjunta, através do Consórcio Público Amlinorte. Várias reuniões estão sendo realizadas com os técnicos dos municípios, a fim de desenhar um modelo de gestão consorciada para a destinação dos resíduos a um aterro sanitário licenciado.

Destino do lixo preocupa prefeitos do Litoral Norte

Prefeitos estudam alternativas para crise dos aterros

O fechamento do aterro sanitário de Tramandaí já é previsto pela Fepam, o que preocupa diversos prefeitos da região. Recentemente eles estiveram reunidos na sua associação, a Amlinorte. O problema é mesmo grave, pois a Fepam está vedando a implantação de novo aterro perto da orla marítima.
Uma alternativa foi apresentada pela Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos (CRVR), prevendo a instalação de três áreas de transbordo na região e posterior transporte dos resíduos para o aterro de São Leopoldo.
A proposta foi bem aceita pelos prefeitos que deverão estudar com suas áreas técnicas a viabilidade e os valores investidos. A Amlinorte terá reunião com o Governo do Estado e Fepam para tratar desta questão.

Aterro sanitário de Tramandaí tem fechamento marcado

Municípios expuseram sua preocupação

No dia 6 houve reunião dos prefeitos do Litoral Norte na Secretaria Estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA). Em discussão a possível suspensão das atividades do aterro sanitários de Tramandaí, prevista para maio de 2018.
A Amlinorte tem cobrado da SEMA, Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (FEPAM), Fundação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS), Governo do Estado e Ministério Público uma posição sobre o assunto.
“Isso causará um grande impacto negativo nas finanças do município, considerando o alto custo de transporte”, afirma o prefeito de Imbé, Pierre Emerim.

Abertura de novos aterros sanitários é debatida na Amlinorte

Cilon Silveira

Em reunião ocorrida no dia 14, o presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte), Cilon Silveira, informou sobre uma reunião com a secretária estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, sobre a destinação dos resíduos sólidos. “Não houve avanço sobre uma solução para a destinação dos resíduos na região, uma vez que os órgãos reguladores não deverão aprovar a abertura de novos aterros na região litorânea”, informou. As atividades do aterro de Tramandaí, que recebe o lixo de sete municípios litorâneos, deverão ser encerradas em maio de 2018, de acordo com a Fepam. Os demais municípios estão descartando o lixo em Içara (SC) ou em São Leopoldo.
O presidente da Amlinorte quer uma posição dos órgãos públicos sobre qual o caminho a tomar para a solução do problema e sugeriu marcar uma audiência com o Governo do Estado, Ministério Público e Governo Federal para que apontem um direcionamento para o plano de resíduos do Litoral Norte. Esse encontro deverá ser agendado pela Amlinorte, com o apoio da Famurs.