Marcado: Caraá

Estrada Caraá-Santo Antônio, a novela sem fim

A recuperação e asfaltamento da estrada Caraá-Santo Antônio da Patrulha arrastam-se há anos, movimentando lideranças políticas, mas esbarrando na falta de recursos e projetos eficientes do Governo do Estado. A via é responsabilidade do DAER, órgão sabidamente sucateado. Desta forma, o Governo do Estado realiza licitação para que a obra seja realizada por uma empresa privada. No entanto, estas ações, quando ocorrem, são incompletas.
“Sou a favor de fazer o asfaltamento nos nove quilômetros que faltam, não apenas nos 1.800 metros. Tenho trabalhado e pressionado os órgãos competentes para que a obra saia o quanto antes”, afirma o deputado Gabriel Souza (PMDB), líder do governo na Assembleia Legislativa.
Hoje o Movimento Asfalta Caraá-SAP vai realizar reunião na Câmara de Caraá, às 18 horas. O objetivo é movimentar todos os segmentos da comunidade e envolver as lideranças. O prefeito Nei Pereira (PMDB) está ao lado deste movimento, fazendo reivindicações ao Palácio Piratini para que a remodelação da via se torne uma realidade para a comunidade que aguarda ansiosamente uma solução.

Anúncios

Ligação viária a Caraá recebe reparos

Caraá-SAPDo Facebook de Telmo Gomes extraio informações a respeito das obras na estrada Caraá-Santo Antônio da Patrulha. Segundo Gomes, nesta sexta-feira (26), às 8h55min, chegaram as primeiras máquinas para a retomada das obras de asfaltamento da via.
Um engenheiro da empresa CC Pavimentadora, contratada para as reformas na estrada, explicou que a obra deverá se estender até a ponte sobre o Arroio do Carvalho, num percurso de três quilômetros. São informações seguras de que o trecho deve ficar concluído em cerca de 60 dias.
“Cabe à comunidade permanecer atenta até para possíveis apoiamentos aos trabalhadores desta etapa do trabalho”, escreve Gomes.

Eleições 2016: Xangri-Lá tem três candidatos a prefeito

Antônio Carvalho vai a prefeito de Xangri-Lá

Antônio Carvalho vai a prefeito de Xangri-Lá

Conforme a Justiça Eleitoral, três candidatos se inscreveram para concorrer a prefeito de Xangri-Lá. São Celso Barbosa (PTB), Antônio Carvalho (PMDB) e Cilon Silveira (PDT), este buscando a reeleição.
Em Balneário Pinhal há duas candidaturas a prefeito: Vilmar Furini (PMDB) e Márcia Tedesco (PTB). O atual prefeito deste município é Luiz Antônio Palharin, do PMDB.
No município de Caraá entram na disputa pela Prefeitura Evandro Durr (PP), Nei Pereira (PMDB) e Reni Machado (PRB).

Acesso a Caraá receberá obras

Eliseu Padilha e Gabriel Souza (dir.)

Eliseu Padilha e Gabriel Souza (dir.)

O Governo Federal anunciou ontem (28), no Diário Oficial da União, a inclusão da pavimentação de trecho de dois quilômetros da estrada entre Caraá e Santo Antônio da Patrulha
Segundo o deputado Gabriel Souza (PMDB), que recentemente esteve em Brasília tratando do assunto, a obra será executada pelo DAER e terá um investimento de R$ 2 milhões. “Agradeço ao ministro Eliseu Padilha que teve a sensibilidade de atender essa demanda antiga da comunidade que será realizada graças aos esforços conjuntos do nosso gabinete, do deputado Alceu Moreira e de lideranças locais”, destaca.
De acordo com o parlamentar, o próximo passo será trabalhar para que, além dos dois quilômetros anunciados, também sejam liberados recursos para execução dos demais trechos, totalizando os nove quilômetros entre os dois municípios.

Obras da estrada Santo Antônio-Caraá serão retomadas

Na próxima terça-feira (2), técnicos do Daer e da empresa CC Pavimentadora, responsável pelas obras de asfaltamento da ligação asfáltica Santo Antônio da Patrulha-Caraá, estarão em Caraá para vistoriar a estrada e tratar da retomada da obra. “A continuidade só será possível com uso dos recursos da CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), o que permitirá retomar, nesse primeiro momento, um trecho de pouco mais de dois quilômetros, a partir da divisa com Caraá em direção a Santo Antônio da Patrulha. O trecho encontra-se em situação delicada e tem sido alvo de protestos da comunidade”, destaca o deputado estadual João Fischer (PP), o Fixinha.
A autorização para reinício da obra foi publicada hoje no Diário Oficial da União e confirmada ao parlamentar pelo secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen. Desde o mandato passado, Fischer trabalha junto ao governo do Estado para a retomada das obras. Para o prefeito Sílvio Fofonka (PP), a retomada da ligação asfáltica é uma das principais obras do município.

Osório quer anexar área pertencente a Caraá

Silvio Fofonka

Silvio Fofonka

O prefeito de Osório, Eduardo Abrahão (PDT), esteve na Assembleia Legislativa e entregou ofício visando iniciar um procedimento para incorporação de parte do território pertencente ao município de Caraá. Conforme Abrahão, há interesse de parte da comunidade do Caraá neste sentido, em razão do constante uso dos serviços públicos mantidos por Osório.
Já o prefeito de Caraá, Silvio Fofonka (PP), não está apoiando a iniciativa do município vizinho. “Não sou a favor disto. Nós oferecemos transporte, saúde e educação”, explicou à reportagem da Rádio Jovem Pan.
O processo de anexação ainda deverá passar por discussões na comunidade, envolvendo moradores, prefeitura e entidades. Mais adiante poderão acontecer plebiscito em Caraá e votação na Assembleia.

Eduardo Abrahão

Eduardo Abrahão

ABAIXO-ASSINADO DE 2015
A área em questão vai da Linha Padre Vieira 2 até os Pinheiros, Invernada até os Curtinove e Morro Agudo chegando aos Menoti.
No dia 22 de fevereiro deste ano a Câmara Municipal de Osório aprovou projeto de lei que possibilita a anexação de parte de Caraá. Esta possibilidade de anexação foi alvo de requerimento do vereador Roger Caputi (PMDB), apresentado no ano passado no Legislativo. Naquela época foi elaborado pela comunidade um abaixo-assinado contando com o endosso de 178 moradores.

TCE aponta farra da hora-extra em Caraá

Silvio Fofonka

Silvio Fofonka

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), na sessão da 1ª Câmara da última terça-feira (19), julgou regulares, com ressalvas, as contas de gestão de 2014 do prefeito de Caraá, Sílvio Miguel Fofonka.
Seguindo o voto do relator do processo, conselheiro Algir Lorenzon, o Tribunal decidiu que o prefeito deverá ressarcir aos cofres públicos a quantia de R$ 95.650,84 mil, referente ao pagamento de horas extras a servidores detentores de cargo de comissão, irregularidade na aquisição de veículos e pagamento integral por contrato de prestação de serviços de tratamento de água realizados apenas parcialmente. Além disso, impôs multa de R$ 1 mil por inobservância às normas constitucionais e legais reguladoras da gestão administrativa e recomendou ao atual gestor para que evite a ocorrência de falhas como as apontadas e promova a correção daquelas passíveis de regularização.
A decisão não é definitiva, cabendo recurso ao Pleno do Tribunal em 30 dias a contar da publicação no Diário Eletrônico do TCE-RS.
FONTE: TCE-RS