Marcado: Educação

Alunas do IFRS participarão de evento nos EUA

Maria Eduarda (à esq.) e Juliana (à dir.) exibem suas descobertas com a orientadora das pesquisas, professora Flávia Twardowski (ao centro)

A estudante Juliana Davóglio Estradioto, do 3° ano do curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio do Campus Osório, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), e a egressa Maria Eduarda Santos de Almeida, formada no mesmo curso, fazem parte da delegação que representa o Brasil na Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), maior evento de ciência e engenharia pré-universitária do mundo, que acontece em Los Angeles, nos Estados Unidos, de 14 a 19 de maio de 2017. Elas apresentam suas pesquisas mostrando que é possível solucionar grandes problemas ambientais de formas bem simples.
Juliana apresentará o trabalho “Transformação dos resíduos agroindustriais do maracujá em filmes plásticos biodegradáveis”. Já Maria Eduarda enfocará o tema “BioPatriam: Preservação da biodiversidade através de planta nativa brasileira”.

Nova Escola Ângelo Guasselli é inaugurada em Osório

Descerramento da placa da escola ampliada

Em clima de alegria e emoção foi entregou à comunidade do Engenho da Serra a obra da nova Escola Municipal Ângelo Gabriel Boff Guasselli no final da tarde desta terça-feira (2).
O prefeito Eduardo Abrahão, acompanhado da primeira-dama Soraia Abrahão, vice-prefeito Eduardo Renda; presidente da Câmara, vereador Martim Tressoldi, entre outros, compartilharam o momento especial com a diretora Elizabete Panni, o subprefeito Joanito Borges, os 77 alunos, profissionais da Escola e pais.
Em sua fala o prefeito Eduardo Abrahão agradeceu a presença do público e destacou que hoje foi dado um passo importante em relação ao futuro das crianças da comunidade.

Osório: UERGS terá reunião com prefeito e vereadores

A Uergs em Osório possui os cursos de Biologia Marinha e Pedagogia e dois cursos de pós-graduação, um de Atendimento Educacional Especializado e outro de Gestão Ambiental. Terá também o Mestrado em Educação que inicia suas atividades em agosto. O campus funciona na antiga Escola Osvaldo Amaral, cedida pela administração municipal.
Nesta sexta-feira a direção do campus da Uergs irá se reunir com o prefeito Eduardo Abrahão e vereadores. Seu objetivo é prorrogar o prazo de ocupação das atuais instalações e também o prazo de posse da área projetada para o futuro campus a ser construído no bairro Albatroz, perto da Estrada do Mar.
O Executivo Municipal está enfrentando dificuldades financeiras, o que inviabiliza investimentos de maior porte como a construção deste campus. Por sua vez, a Uergs quer um prazo maior de uso das áreas ao seu dispor, de no mínimo 30 anos, sendo uma garantia para que possa ser feito um investimento pelo Governo do Estado ou União, sem depender de recursos municipais.

Uergs lança Mestrado em Educação

O Mestrado Profissional em Educação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) será lançado dia 31 de março, em evento que reunirá autoridades e candidatos ao curso na Câmara de Vereadores de Osório, cidade onde ocorrerão as aulas. Neste mesmo dia, será divulgado o edital com as informações sobre o processo seletivo e ocorrerá a primeira etapa de um seminário de apresentação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Uergs (PPGED).
As inscrições serão recebidas de 1º a 25 de abril e a seleção ocorrerá em duas etapas, com a realização de prova escrita, entrevista e análise de currículo. As aulas iniciarão em agosto. Mais informações em www.uergs.rs.gov.br/mestrado.

Imbé zera fila de espera por vagas no Ensino Médio

Reunião ocorreu no Fórum de Tramandaí

Chegou ao fim o problema de falta de vagas para alunos de Imbé na Escola Estadual Nove de Maio. Uma reunião entre o Poder Judiciário e os municípios de Imbé e Tramandaí resolveu o impasse que se repetia ano após ano.
Segundo o prefeito de Imbé, Pierre Emerim, o assunto evoluiu nas últimas semanas após diversas reuniões. Para que alunos do município não fossem obrigados a estudar em escolas de Tramandaí, em razão da falta de vagas na única escola de Ensino Médio da cidade, a busca por uma solução foi acelerada. “Era um assunto que nos preocupava muito. Através do diálogo e de ideias contundentes nós conseguimos resolver este déficit e garantir vagas em sala de aula para os jovens de Imbé que estão no Ensino Médio”, comemora Pierre.
O prefeito ainda revela que, nos próximos dias, a Secretaria Estadual de Educação será acionada para finalizar o processo de implantação do Ensino Médio na Escola Estadual Reinaldo Vaccari, localizada em Santa Terezinha.

Claudio Paranhos dirige Coordenadoria de Saúde

Claudio Paranhos

Claudio Paranhos

Dentro da cota do PMDB, assumiu nesta semana o cargo de coordenador regional de Saúde, Claudio Paranhos. No último pleito concorreu a vereador pelo PPS. Atuou como secretário de Planejamento de Xangri-Lá. “Foi uma escolha pessoal do prefeito Cilon Silveira”, recorda.
“O PMDB de Osório passa por um momento de renovação. Eu faço parte desta onda”, afirma, adiantando que irá assinar ficha neste partido. Segundo ele, a nomeação para este cargo importante no Litoral Norte passou pelo crivo do PMDB regional, com aval dos deputados Alceu Moreira e Gabriel Souza. Claudio está estudando Gestão Pública e planeja implantar uma comissão gestora na Coordenadoria, integrada por vários funcionários. “Temos um corpo técnico muito qualificado”, ressalta.
EDUCAÇÃO
Na Coordenadoria Regional de Educação assumiu também uma pessoa da cota do PMDB. É Liane Freitas, ex-secretária de Educação de Tramandaí. Ela vem tendo reuniões constantes com os diversos setores para que o ano letivo comece sem problemas na rede estadual.

Construtora MVC abandona obra em Osório

Sec. Lourdes H. Gularte

Sec. Lourdes H. Gularte

Hoje entrevistei a secretária municipal de Educação, Lourdes Helena Gularte, a respeito das obras paralisadas da escola infantil, localizada na Avenida Marcílio Dias, perto dos conjuntos habitacionais populares.
Segundo ela, a construção é de responsabilidade do governo federal. Ela vinha sendo feita pela empresa MVC, vencedora de licitação realizada pelo Ministério da Educação. Esta empreiteira enfrenta sérios problemas financeiras e abandonou contratos em 202 municípios gaúchos, entre eles Osório. A secretária frisa que o setor de engenharia está comunicando o Ministério da Educação a respeito da situação do canteiro de obras. “Hoje 65% das crianças de 0 a 5 anos de Osório estão em escolas infantis”, aponta.