Marcado: Facos

Litoral Norte e Vale dos Sinos: a diferença de foco

elefanteCerta vez perguntei a um alto dirigente da Facos, em Osório, a respeito da possibilidade de instalação de cursos de engenharia na instituição. Ele me afirmou que não havia interesse nisto, em razão dos custos e questões de logística. Agora o foco é instalar o curso de Medicina na Facos, um rompante de originalidade, afinal existem poucos cursos desta natureza no Brasil e profissionais menos ainda. Hummmm!!!
Enquanto as instituições do Litoral Norte seguem esta toada, bem perto de nós duas deslancham: a Feevale e a Unisinos. Um estudo, concluído em 2015 e realizado por uma aluna da Unisinos, busca analisar as estratégias de uso do solo para atração de empresas inovadoras na Região do Vale do Rio dos Sinos, onde foram implantados os parques tecnológicos Tecnosinos, em São Leopoldo, e Feevale Techpark, que inclui as unidades Valetec, em Campo Bom e Hamburgtec, em Novo Hamburgo.
Vejam que a comunidade acadêmica do Vale dos Sinos interage com o processo de desenvolvimento econômico, enquanto que o Litoral Norte segue apostando na mesma rotina. Na parte de Medicina o Hospital de Osório não conta sequer com um leito de UTI, o que afasta a possibilidade de implantação de um completo hospital-escola. Esta ação poderia trazer investimentos alemães, já que no ano passado o governador Sartori esteve na Europa prospectando inovações para a economia gaúcha. Uma das empresas visitadas foi a Siemens, uma potência na produção de equipamentos hospitalares. O dedo destes investidores já apontou para o Vale dos Sinos, pois lá estão a Feevale, a Unisinos e outras instituições prontas a darem suporte aos empreendimentos.

Encontro multipartidário na Facos

Bogado, Gilson Borba, Paranhos e Binho (esq. p/ dir.)

Bogado, Gilson Borba, Paranhos e Binho (esq. p/ dir.)

Hoje, ao final do Seminário sobre Direito Eleitoral, na Facos, este grupo debateu a respeito de vários assuntos, inclusive a política local.
Gilson Borba (PSD), Cláudio Paranhos (PPS), Binho (PDT) e Hélio Bogado (PSB) começam a avaliar o quadro da disputa eleitoral em Osório. Paranhos me garantiu que o PPS ainda não se definiu sobre quem apoiar a prefeito em Osório. Ele está licenciado do cargo de secretário no Executivo de Xangri-Lá. O PSD irá se definir em breve, com grande chance de apoiar Luciano Silveira (PMDB) a prefeito.
Gilson Borba e Bogado são estudantes de Direito da Facos e participaram do seminário para aprimorar os conhecimentos a respeito da legislação eleitoral, assim como Binho e Paranhos.

TJ determina que CNEC indenize família de aluna morta

A Companhia Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC) foi condenada a indenizar os pais de uma jovem de 20 anos que caiu das escadas de um prédio da Faculdade Cenecista de Osório (Facos). O incidente provocou a morte da estudante por traumatismo craniano-encefálico dois dias depois da queda.
Ao sair da aula para ir ao banheiro e, em seguida, embarcar em um ônibus que partiria para Santo Antônio da Patrulha, a jovem caiu dos degraus. De acordo com testemunhas, a estudante tentou buscar, sem sucesso, apoio com os braços.
Histórico
No processo em 1º grau, o casal pediu indenização e a responsabilização da entidade pelo ocorrido. O pedido, no entanto, foi considerado improcedente em julgamento realizado no ano de 2015. Na ocasião, o magistrado responsável pela sentença reconheceu culpa exclusiva da vítima no evento.
Nesta quarta-feira (8/6), o Tribunal de Justiça julgou recurso dos autores da ação. Os magistrados que compõem a Nona Câmara Cível deram provimento à apelação dos pais da jovem, estendendo responsabilidade a ré CNEC.
Relatório
De acordo com a decisão, a universidade descumpriu normas técnicas de segurança que determinam “a presença obrigatória de um corrimão intermediário nas escadas que tenham mais de 2,20 m de largura”. A escada na qual ocorreu o incidente ultrapassou o limite estipulado em 35 cm. Para o relator, Desembargador Carlos Eduardo Richinitti, “fortes são os indicativos de que a existência de corrimão intermediário teria sim evitado a morte da jovem”. O magistrado ainda entendeu que a ré assumiu “o risco de produzir infortúnios como o da espécie”.
Entretanto, a culpa concorrente da vítima não foi descartada, uma vez que “houve falta de zelo da vítima quando descia as escadas. Considerando que a falecida estudante, segundo evidências dos autos, percorreu a escadaria apressadamente e com certa afoiteza (…), é preciso reconhecer que houve sua contribuição direta para a consumação do evento”.
Decisão
O voto do Desembargador Richinitti, acompanhado na íntegra pelos Desembargadores Tasso Caubi Soares Delabary e Eugênio Facchini Neto, fixou indenização por danos morais no valor de R$ 25 mil para cada autor. A CNEC deverá ainda pagar pensão de 2/3 do salário mínimo até a data em que a vítima completaria 25 anos de idade e, após isso, 1/3 do salário mínimo até a data em que a jovem completaria 79 anos (média de expectativa de vida das brasileiras, segundo IBGE).
FONTE: TJ-RS

Alunos da Facos visitam procurador Rodrigo Janot

Alunos e professores visitaram gabinete de Janot

Alunos e professores visitaram gabinete de Janot

Nesta semana alunos e professores do curso de Direito da Facos visitaram o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em seu gabinete. O grupo está circulando por Brasília, conhecendo de perto o funcionamento de alguns órgãos.
Janot volta novamente ao noticiário, pois conforme o site G1, o procurador-geral incluiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o empresário José Carlos Bumlai e seu filho Maurício Bumlai numa denúncia apresentada no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador Delcídio do Amaral e o banqueiro André Esteves.
Em nota, o Instituto Lula negou participação do ex-presidente nos fatos investigados na Operação Lava Jato e disse ainda que ele “não deve e não teme investigações”.

TCE fará sessão na Facos

O auditório da Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) sediará, no dia 21 de outubro, às 14 horas, a primeira sessão plenária de julgamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no Litoral Norte. A organização desta sessão está sendo feita pelo curso de Ciências Contábeis da Facos em parceria com o TCE. Haverá a presença dos conselheiros do TCE e do Ministério Público de Contas.
Os organizadores do evento estão visitando prefeituras. Prefeitos, secretários e vereadores deverão acompanhar esta inédita sessão, uma forma de aproximar o TCE dos municípios. A sessão será aberta ao público.

Facos empossa novo diretor

Júlio César LindemannOntem (17), ao final da tarde, aconteceu a posse do novo diretor da Faculdade Cenecista de Osório (Facos), Júlio César Lindemann (foto). Compareceram à solenidade o diretor anterior, Adelar Hengemühle, o prefeito Eduardo Abrahão e integrantes da equipe diretiva da entidade.
Lindemann é formado em Direito pela PUC e Mestre em Desenvolvimento pela Unijuí. Ele veio da CNEC Santo Ângelo, onde exerceu por cinco anos a direção. Também foi superintendente nacional da CNEC e responsável pela CNEC gaúcha.

Facos tem direção interina

Adelar Hengemühle e Marcelo Santos (dir.)

Adelar Hengemühle e Marcelo Santos (dir.)

Hoje, em entrevista coletiva na Faculdade Cenecista de Osório (Facos), foi anunciada a direção interina da instituição, sob encargo do professor Marcelo Santos, coordenador acadêmico. Isto se deve em razão da ida de Adelar Hengemühle para Brasília, onde assumiu a direção-executiva da CNEC Nacional.
Adelar explicou que nesta fase de transição da direção da Facos permanece respondendo por ela até o final de setembro. Em seguida haverá edital de processo seletivo para a seleção do novo diretor.
“Fico muito tranquilo por estar nesta nova função. Vir para Osório foi uma decisão acertada minha. A transição está sendo feita de forma criteriosa, passo a passo”, declarou.
O diretor que estava saindo destacou as conquistas da entidade ao longo dos oito anos e meio que a comandou, como a implantação dos cursos à distância, a ampliação dos prédios e as áreas adquiridas para novos projetos.
A Facos está caminhando para ser um centro universitário, o que deverá ocorrer no primeiro semestre de 2015. Para tal, aguarda a visita de uma comissão do governo federal. Também há forte trabalho para a implantação do curso de Medicina na instituição.