Marcado: Hospital de Osório

Hospital de Osório recebe recursos da Prefeitura

Pref. Abrahão, sec. Magni e diretor Milton P. Alegre

Em um encontro no auditório do Hospital São Vicente de Paulo, na manhã de hoje (8), o prefeito de Osório, Eduardo Abrahão, fez a entrega do recurso no valor de R$ 626 mil para o interventor da Associação Beneficente São Vicente de Paulo, Milton Porto Alegre.
Os projetos de lei referentes ao contrato de financiamento do município para o hospital, foram aprovados em sessão da Câmara Municipal na segunda-feira, 1º de outubro, por unanimidade e em regime de urgência. O financiamento terá prazo de carência de quinze meses e os recursos, conforme Plano de Aplicação, serão empregados para a quitação da folha dos funcionários e médicos.
O prefeito Abrahão disse que com o repasse de hoje o município totaliza o empréstimo de dois milhões de reais para o hospital ao longo dos últimos anos, além do contrato mensal. “Os R$ 626 mil entregues nesta segunda-feira são para que o interventor possa encaminhar algumas questões internas importantíssimas. O nosso hospital, como os demais do país, passa por uma grave crise por falta de investimentos do Governo do Estado e da União e o município está fazendo o máximo para que o mesmo se mantenha aberto. Esse valor já pode ser utilizado hoje. Estamos fazendo o que podemos para colaborar com quem precisa de atendimento no hospital”, reitera.

Anúncios

Hospital recebe recursos do Fundo Nacional de Saúde

Ed Moraes, Milton P. Alegre e Roger (esq. p/ dir.)

Hoje pela manhã a bancada do MDB da Câmara de Osório esteve no Hospital São Vicente de Paulo para o anúncio de R$ 1 milhão para a entidade. Esta verba vem do Fundo Nacional de Saúde (FNS), a fundo perdido, visando cobrir despesas do Hospital que enfrenta grave crise financeira. Ela foi obtida através do trabalho do deputado Alceu Moreira junto ao governo federal.
O vereador Roger Caputi fez questão de frisar que não se trata de uma ação de oportunismo político e eleitoral, já que o deputado Alceu Moreira sempre tem procurado auxiliar o São Vicente. Ele também destacou a melhoria das relações do seu partido com a direção da instituição desde que Milton Porto Alegre assumiu como diretor.
O ato foi acompanhado por funcionários do Hospital. Também estava presente o coordenador regional de Saúde, Cláudio Paranhos.

Prefeituras do Litoral encaminham recursos a hospitais

Sessão foi no gabinete do presidente Tressoldi

Hoje pela manhã houve sessão extraordinária na Câmara de Osório que aprovou projeto de lei que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial no valor de R$ 1.698.930,00 na Secretaria da Saúde. Estes recursos irão para o pagamento da compra de serviços hospitalares junto à Associação Beneficente São Vicente de Paulo, mantenedora do Hospital, hoje sob intervenção da administração municipal.
HOSPITAL DE TRAMANDAÍ
Amanhã será a vez de o Hospital de Tramandaí receber um importante aporte de recursos. Na Prefeitura de Tramandaí haverá solenidade de assinatura do termo de repasse de verbas dos municípios de Tramandaí, Imbé, Cidreira e Balneário Pinhal para o Hospital.
A Prefeitura de Tramandaí irá repassar R$ 1.350.000,00 à entidade. Este montante faz parte da dívida que o Governo do Estado tem com o Município de Tramandaí. A administração municipal abriu mão de parte do valor total para auxiliar o Hospital.

 

Qual é o futuro do Hospital?

Integrantes do IAHCS conversam com prefeito

Recém foi decidida a manutenção da intervenção da administração municipal de Osório no Hospital e seus dirigentes e o prefeito se reuniram na última sexta-feira (10) com o Instituto de Administração Hospitalar (IAHCS) para este tratar de uma possível gestão do São Vicente.
Não queremos desmerecer reuniões e negociações deste tipo, muito pelo contrário. O problema é a procrastinação e a falta de decisões definitivas, afinal a dívida do Hospital é muito grande e ele não conta com traumatologia, UTI e outros serviços essenciais para a população de Osório e região. Mais uma vez pergunto: onde estão os líderes realmente proativos da comunidade?

Prefeitura de Tramandaí busca beneficiar Hospital local

Prefeito Gauto reuniu-se com gestores do Hospital

O prefeito de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto (PP), participou na última terça-feira (7) de uma reunião com o diretor da Fundação Hospitalar Getúlio Vargas, Gilberto Barichello. Esta entidade administra o Hospital de Tramandaí, onde ocorreu o encontro.
Uma das principais pautas abordadas foi o repasse no valor de R$ 1,35 milhão da Prefeitura para a instituição de saúde. Este montante faz parte da dívida que o Governo Estado tem com o Município de Tramandaí. A administração municipal abriu mão de parte do valor total visando beneficiar o Hospital.
Tratativas semelhantes estão ocorrendo em Osório, procurando beneficiar o Hospital São Vicente de Paulo cuja situação financeira é bem pior que a do Hospital de Tramandaí. Só que em Osório, devido à rivalidade entre PDT e MDB, o apoio ao São Vicente ainda está pendente. Espera-se que haja bom senso e a comunidade não fique ainda mais prejudicada.

Promessa de 2012: alta complexidade no Hospital de Osório

Informativo da Prefeitura é de maio de 2012

Remexendo numa caixa aqui no escritório, deparei-me com uma publicação de maio de 2012 feita pela Prefeitura de Osório, ou seja, paga pelo contribuinte. Na capa o anúncio de ações para instalação de serviços de alta complexidade no Hospital São Vicente de Paulo, algo que hoje está mais para conto da carochinha do que qualquer outra coisa.
A matéria afirma que será implantada UTI com 19 leitos, tendo setores para adultos e recém-nascidos. Fala ainda em prazo de entrega desta obra, previsto em contrato para dentro de 18 meses.
A revista foi publicada no último ano da gestão do prefeito Romildo Bolzan Júnior, período em que a administração municipal navegava em dinheiro. Hoje o quadro mudou e o Hospital enfrenta severa crise financeira. Claro que a UTI ficou só no papo e alta complexidade nem se fala, pois a falta de recursos e os problemas operacionais impedem inovações e implantação de novos serviços.

Apoio financeiro ao Hospital é discutido na Câmara de Osório

Ver. Valério dos Anjos

Na sessão de hoje, da Câmara de Osório, o vereador Valério dos Anjos (PDT) fez críticas ao condicionamento do recebimento de recursos vindos do Governo do Estado para a saúde local. O pedetista afirmou que deveriam ser direcionados recursos de outros municípios para o Hospital São Vicente de Paulo. Está havendo negociação no sentido de a administração municipal abrir mão de parte dos R$ 1,9 milhão em favor do Hospital, o que foi sugerido pelo Governo do Estado.
O vereador Roger Caputi (MDB) ressaltou que o Governo Sartori quer entendimento. “Estamos tentando achar uma solução. A intervenção da administração municipal no São Vicente não resolveu os seus problemas financeiros”, apontou.
O vereador Beto Gueiê (PDT) foi à tribuna e disse que estava ocorrendo chantagem em relação ao município por parte do Governo do Estado. “A responsabilidade da administração municipal é com as unidades sanitárias. O MDB não teve coragem de assumir a gestão do Hospital”, disparou. “Está havendo jogo político nesta questão”.
EMENDA PARA O HOSPITAL
O vereador Ed Moraes (MDB) anunciou na mesma sessão uma emenda de R$ 1 milhão para o Hospital de Osório que virá em novembro. São recursos voltados ao custeio da entidade. Trata-se de uma gestão realizada pelo deputado federal Alceu Moreira (MDB).