Marcado: Meio ambiente

Abertura de novos aterros sanitários é debatida na Amlinorte

Cilon Silveira

Em reunião ocorrida no dia 14, o presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte), Cilon Silveira, informou sobre uma reunião com a secretária estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, sobre a destinação dos resíduos sólidos. “Não houve avanço sobre uma solução para a destinação dos resíduos na região, uma vez que os órgãos reguladores não deverão aprovar a abertura de novos aterros na região litorânea”, informou. As atividades do aterro de Tramandaí, que recebe o lixo de sete municípios litorâneos, deverão ser encerradas em maio de 2018, de acordo com a Fepam. Os demais municípios estão descartando o lixo em Içara (SC) ou em São Leopoldo.
O presidente da Amlinorte quer uma posição dos órgãos públicos sobre qual o caminho a tomar para a solução do problema e sugeriu marcar uma audiência com o Governo do Estado, Ministério Público e Governo Federal para que apontem um direcionamento para o plano de resíduos do Litoral Norte. Esse encontro deverá ser agendado pela Amlinorte, com o apoio da Famurs.

ETE da Lagoa dos Barros, a novela sem fim

ETE continua inativa (foto de 2012)

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Lagoa dos Barros, construída para ser uma redenção ambiental para Osório, continua inoperante. A novela arrasta-se nas barras da Justiça, pois o Ministério Público de Santo Antônio da Patrulha resolveu agir, resultando em processo que há quatro anos impede a operacionalidade do sistema.
Em maio de 2012 a questão já estava toda suspensa no ar, conforme se vê em matéria publicada neste site. Uma lástima para Osório, um vexame para as instituições que deveriam proteger a coletividade, mas cuja estrutura jurisdicional, arcaica e lenta, leva a fatos como este.

Obras da ETE de Imbé avançam

Visita ao canteiro de obras da estação

Uma comitiva formada pelo prefeito Pierre Emerim, vice-prefeito Ique Vedovato, servidores municipais e empresários da construção civil visitou as obras da futura Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Imbé, no bairro Nova Nordeste.
Segundo Pierre, a visita teve como objetivo mostrar o andamento dos trabalhos e também conversar sobre a importância da implantação do sistema de esgoto sanitário na cidade, que é o maior investimento público da história de Imbé.
Conforme a Corsan, a ETE não trará inconvenientes para a comunidade, como mau cheiro, em função do tratamento utilizado, pois será cercada por uma cortina vegetal composta por árvores com diferentes alturas. A obra tem previsão de conclusão para o final de 2018. Ela fará saltar o índice de esgoto tratado na cidade para 30%, beneficiando mais de cinco mil pessoas.

Osório lança Portal Ambiental

Prefeito destacou pioneirismo de Osório

O portal da Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária que entrou em operação neste mês, foi lançado nesta quarta-feira (17) no Plenarinho da Prefeitura, com a presença de autoridades e a comunidade.
O Portal Ambiental é uma página da Internet que serve de ferramenta para uso dos municípios no licenciamento ambiental. Administrado pelos técnicos da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pecuária em parceria com a empresa Sysnova Informática, já está atendendo a demanda de licenciamento ambiental municipal.
Os cidadãos têm acesso às informações gerais sem necessidade de efetuar log in ou ter cadastro prévio. No Portal há serviços como sistema de consulta online que consta de informações, além da agilidade e facilidade no acesso à legislação, formulários, procedimentos e documentação necessários para protocolar os pedidos de licenças e autorizações ambientais.
O Portal pode ser acessado para conhecer os projetos ambientais e educativos da Secretaria e atualizar-se sobre os eventos ambientais. O acesso é: portal.sysnova.com.br/osorio

Atlântida Sul debate saneamento básico

Reunião teve presença da Prefeitura e vereadores

Reunião teve presença da Prefeitura e vereadores

No dia 22, uma reunião em Atlântida Sul serviu para expor um grave problema deste distrito de Osório: o tratamento de esgoto. Compareceram vereadores, Executivo Municipal, Corsan, moradores, lideranças comunitárias e a Bolognesi. Esta empresa do ramo imobiliário firmou compromisso com a Justiça de destinar recursos para a construção de uma estação de tratamento de esgoto, o que até agora não se concretizou.
Foi formada uma comissão para dar os encaminhamentos necessários nesta pauta. O secretário de Meio Ambiente, Carlos Augusto Fontoura, moradores e veranistas farão parte desta comissão. O presidente do Legislativo, Martim Tressoldi (PSDB), informou que indicará um vereador para participar deste grupo.

Pendenga judicial da ETE é debatida por vereadores osorienses

Ver. Beto Gueiê

Ver. Beto Gueiê

O vereador de Osório, Beto Gueiê (PDT), preocupado com a suspensão da licença de operação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Lagoa dos Barros, formulou requerimento junto à Câmara Municipal solicitando uma reunião com o promotor de Justiça de Santo Antônio da patrulha visando esclarecer alguns pontos a respeito da ação civil pública. Este processo está emperrado no Fórum do município vizinho, aguardando desenlace que parece interminável para a comunidade, já que a ETE foi concluída há três anos e jamais utilizada.
Beto também tem uma minuta formulada que pretende encaminhar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), apontando o que seria excesso de prazo no julgamento desta ação, uma vez que ela encontra-se instruída e apta ao julgamento.
A questão foi abordada hoje na sessão do Legislativo. O líder do governo, Marcos Bolzan (PDT), lamentou que a situação tenha chegado a este ponto, pois houve grandes investimentos do poder público no saneamento da cidade, sem que a ETE tenha sido colocada em operação, comprometendo o meio ambiente do município.

Fepam divulga relatório de balneabilidade

Lagoa do Peixoto apresenta condições de banho

Lagoa do Peixoto apresenta condições de banho

Nesta semana a Fepam divulgou seu relatório de balneabilidade, constatando que a Lagoa do Peixoto, em Osório, voltou a ter boas condições. No início do ano o local foi considerado impróprio para banho, preocupando a comunidade e poder público.
O único ponto impróprio para banho é o Camping Municipal de Santo Antônio da Patrulha, o que chama a atenção, pois lideranças deste município alegam que a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Lagoa dos Barros, irá poluir suas águas. No entanto, já há focos de poluição nos balneários patrulhenses, um motivo a mais para o desenlace da pendenga judicial que envolve a ETE.