Marcado: Operação Cartola

Procurador pede desculpas por excessos da Operação Cartola

Operação Cartola também envolveu Prefeitura de Osório

Operação Cartola também envolveu Prefeitura de Osório

O procurador da República, Celso Tres, recomendou a improcedência total da denúncia contra 30 réus da Operação Cartola. Tal medida vale para a esfera federal das investigações. A operação também envolveu a Prefeitura de Osório. Era julho de 2011, durante a gestão do prefeito Romildo Bolzan Júnior (PDT).
Entrevistei agora ao meio-dia Romildo Bolzan Júnior, hoje presidente do Grêmio, afirmando que tinha sido excluído das investigações já em 2011.
Passados todos estes anos, fica a impressão de que foi uma operação com cunho político, com alvos previamente marcados, visando detonar a imagem de figuras públicas. Recordo que a ação da Polícia Civil na Prefeitura de Osório teve mais de dez agentes envolvidos, todos bem armados e uniformizados. O fato repercutiu na comunidade, gerando comentários maldosos e gozações.

Anúncios

Operação Cartola no Litoral Norte

A Polícia Civil pediu a quebra do sigilo bancário de alguns prefeitos, entre eles Anderson Hoffmeister (PP), de Tramandaí. Isto se deve às investigações da Operação Cartola, relacionadas a possíveis irregularidades cometidas por uma agência de publicidade e prefeituras. Anderson diz estar tranquilo, aceitando a investigação policial.

Romildo e a Operação Cartola

O prefeito osoriense Romildo Bolzan Júnior ainda está bastante chateado com a Operação Cartola, realizada na Prefeitura, o que teve uma repercussão muito negativa para ele e o município.
O PDT deverá realizar mais adiante um ato de desagravo em relação à Operação Cartola. O prefeito Romildo foi retirado da lista de autoridades investigadas e lamenta a forma como aconteceu a inspeção policial.

Operação Cartola em Osório

Acompanhando as notícias a respeito da Operação Cartola, encontrei informação de que servidores da Prefeitura de Osório vão continuar sendo investigados. Creio que sem maiores consequências, pois tudo aponta que o prefeito Romildo Bolzan Júnior e o conjunto da sua administração não cometeram ilicitudes. No entanto, vamos aguardar os desdobramentos das investigações de alguns funcionários.

Operação Cartola deixa de lado Osório

A foto ao lado mostra o prefeito Romildo Bolzan Júnior, de Osório, concedendo entrevista aos jornalistas durante a inspeção policial da Operação Cartola. A ação policial foi um choque para ele, pela primeira vez se defrontando com este tipo de situação.
Na cidade começaram a circular piadas e gozações relacionadas à Operação Cartola. As investigações apontam que o prefeito osoriense não tinha relações suspeitas com a PPG. Livra-se de pesado fardo, pois tais suspeitas maculariam sua trajetória política.

Prefeito de Osório está fora da lista de suspeitos

Segundo informações da Polícia Civil, o prefeito osoriense Romildo Bolzan Júnior está fora da lista de suspeitos investigados pela Operação Cartola. As investigações apontam que Romildo não aparece envolvido em esquemas irregulares.
Também estão ficando fora das investigações os prefeitos Alex Sander Boscaini, de Viamão, e Constantino Orsolin, de Canela.

Prefeitura poderá processar agência PPG

Prefeito recebeu relatório final da auditoria

A administração municipal de Osório está avaliando a possibilidade de mover processo contra a agência PPG.
O contrato foi rescindido com a empresa e agora a Procuradoria Municipal estuda o assunto.
A Operação Cartola repercutiu muito mal para a administração do prefeito Romildo Bolzan Júnior (PDT), pois foi amplamente divulgada pela mídia. Este pode ser um dos pontos de partida para uma ação indenizatória.
A Polícia Civil entrega nesta semana à Justiça relatório parcial das suas investigações.