Marcado: Palmares do Sul

Prefeitura de Palmares continua com PT e PROS no comando

Cláudio Braga e Paulo Lang (dir.)

A alegria da oposição durou pouco em Palmares do Sul. Agora à tarde Paulo Lang (PT) e Cláudio Moraes Braga (PROS), o Padura, voltaram aos cargos de prefeito e vice, respectivamente.
Uma sentença com efeito suspensivo, prolatada pelo ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), garantiu o retorno deles aos cargos para os quais foram eleitos em 2016, com 47,13% dos votos válidos.
A juíza eleitoral Fabiana Arenhart Lattuada, pelo que se depreende da decisão do TSE, foi colocada sob suspeição. Recurso especial ainda será apreciado pela Corte em Brasília.
O ambiente político em Palmares do Sul tem sido de grande rivalidade que não se encerrou com o resultado das urnas. Acusações, armações e informações tendenciosas se espalharam pela comunidade. Agora pode estar chegando o momento de uma trégua.

Anúncios

CCs de Paulo Lang foram exonerados

Em Palmares do Sul o processo movido contra Paulo Henrique Lang (PT) teve consequências fortes na administração municipal. O presidente do Legislativo, vereador Ademar Terra (PPS), foi empossado como prefeito no dia 29 de setembro e logo tratou de exonerar todos os cargos em comissão (CCs) da gestão do petista.
Lang vai retomar o comando da Prefeitura e já me adiantou que readmitirá os CCs e secretários que foram exonerados por Ademar Terra, o que vai gerar gastos para o município. Os contratados do prefeito interino serão exonerados.
A juíza eleitoral Fabiana Arenhart Lattuada será notificada eletronicamente da sentença do TSE. “Vou botar a casa em ordem”, me disse feliz Lang que terá uma nova posse marcada em breve.

EXCLUSIVO: TSE garante cargo a Paulo Lang

Pref. Paulo Lang

Os advogados de Paulo Henrique Lang (PT) ingressaram com ação cautelar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) visando a recuperação do cargo de prefeito, pois havia sido destituído em razão de sentença da juíza eleitoral Fabiana Arenhart Lattuada que foi acolhida pelo TRE.
O relator, ministro Admar Gonzaga, considerou, em sentença de hoje, que haveria dano irreparável em relação a este caso. O magistrado apontou falhas no processo realizado pela juíza local. Admar assinala que a exceção de suspeição da julgadora, levantada pela defesa de Lang, não foi enviada para processo e julgamento no tribunal competente.
Recurso especial ainda será apreciado pelo TSE. Enquanto isto, Paulo Lang e seu vice, Cláudio Moraes Braga, ficam garantidos em seus cargos. O vereador Ademar Terra (PPS), presidente da Câmara, chegou a ser empossado como prefeito no dia 29 de setembro. Agora os ventos mudaram e haverá retorno à situação original.

Paulo Lang torce por efeito suspensivo

Paulo Lang

O prefeito de Palmares do Sul, Paulo Lang (PT), aguarda decisões judiciais para tentar se manter no cargo. Ele foi cassado pela Justiça Eleitoral local. Tendo ingressado com recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), perdeu por unanimidade.
Agora os advogados de Lang dão suas últimas cartadas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, buscando efeito suspensivo em relação ao seu afastamento do cargo de prefeito até que haja sentença final. O TRE aguarda a sentença da instância superior, gerando muita expectativa na comunidade de Palmares do Sul.
Lang foi condenado por condutas vedadas durante seu mandato. Sendo mantido seu afastamento, nova eleição ocorrerá no município.

Emendas qualificam infraestrutura de Palmares do Sul

Vereadora e secretário visitaram ruas que terão obras

A vereadora Roberta Lang (PT), de Palmares do Sul, comemora duas emendas conquistadas pelo seu mandato que irão beneficiar diretamente sua infraestrutura. O município foi contemplado com uma emenda do deputado federal Dionilso Marcon (PT) no valor de R$ 300 mil e do senador Paulo Paim (PT) de R$ 250 mil.
O edital de licitação para as obras está sendo encaminhado, sendo prevista a pavimentação nas ruas Adão Santana, Antonio Azevedo Pereira e João Cardoso de Souza. O secretário de Planejamento, Manoel Jober, esteve visitando as ruas junto com a vereadora, comprometendo-se com o bom andamento das tramitações.
“Temos muito a comemorar, pois lutamos muito por estas emendas que irão servir ao Município. Agradeço à dedicação do deputado Marcon e do senador Paim, e o empenho da administração municipal na pessoa do secretário Jober. Esse investimento proporcionará melhor qualidade de vida aos munícipes”, relata a vereadora Roberta.

Lang quer concorrer de novo

Paulo Lang

O prefeito de Palmares do Sul, Paulo Henrique Lang (PT), está recorrendo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para se manter no cargo. Seu objetivo é tentar reverter a cassação e inelegibilidade decididas no TRE, visando também concorrer na próxima eleição a prefeito. “Vemos grande chance de disputar esta eleição no cargo”, afirma otimista.
Lang contesta que tenha cometido o crime de abuso da máquina pública. “Não houve utilização de servidores na campanha eleitoral”, reitera. Segundo ele, as remoções também não aconteceram e houve falhas no processo que sua defesa irá explorar e apresentar no TSE.
A decisão do TSE sairá até 15 de setembro. Caso ocorra o afastamento de Lang, ele ainda tentará outros recursos junto ao TSE.

Palmares do Sul: oposição comemora cassação de Lang

Ver. Polon Oliveira

“Eu comemoro a cassação porque eu a esperava, tendo em vista todos os crimes eleitorais que ele cometeu. Durante a sua gestão, existem diversos crimes de responsabilidade. O prefeito cometeu crimes, atos imaturos, no ano passado. E diante do relatório do TRE, ficou visível todos os atos de abuso de poder político”, afirmou o vereador Polon Oliveira (PTB) na tribuna da Câmara de Palmares do Sul.
Cabe ao prefeito Paulo Lang (PT) tentar um último recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas com escassas chances de ser acolhido. Com a oposição assanhada, a expectativa agora em Palmares fica por conta da eleição a ser marcada, ainda este ano, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Lang considera que houve perseguição por parte da juíza eleitoral Fabiana Lattuada.