Marcado: PDT

Pompeo de Mattos: “PDT terá candidato a governador em 2018”

Pompeo de Mattos

Entrevistei por e-mail o deputado federal Pompeo de Mattos que acabou de ser reeleito presidente estadual do PDT, tendo como vice o deputado estadual Ciro Simoni, ex-prefeito de Osório. É crítico severo dos governos de Temer e Sartori, já planejando os passos do PDT em 2018, quando haverá eleições estaduais e federais.

1)Como o senhor vê o Governo Temer e sua agenda de reformas?
O Governo Temer vem implantando uma agenda neoliberal a serviço do capital financeiro, um governo que precisa pagar uma conta para esse sistema que está cobrando a aprovação dos mais variados retrocessos contra os trabalhadores. O Brasil e a América do Sul, o país, o mundo vive em crise e o Brasil depois da descoberta do pré-sal virou tesouro para esse sistema que não tinha mais o que explorar no mundo inteiro. O Brasil tem 26% da água doce do mundo, o Brasil tem uma das únicas fronteiras agrícolas do mundo, ou seja, que produz alimento para o mundo todo e esse sistema queria de todas as formas entrar aqui nesse país e conseguiu entrar a partir do momento em que Temer assumiu a Presidência da República. As agendas, como por exemplo, o congelamentos dos investimentos em saúde e educação por 20 anos, a tentativa de vender a Amazônia, a privatização da Petrobrás, entre outras estatais, isso é uma agenda a serviço desse capital financeiro que é um câncer para a sociedade mundial, essa é a agenda que esse governo tenta implantar tirando direito de trabalhador, tentando tirar a aposentadoria tudo isso para favorecer os mais ricos e cada vez tirar mais dos pobres e dos que têm menos.

2)O Governo Temer tem condição de reverter a crise e colocar o Brasil nos trilhos em 2018?
Não tem como esse governo reverter a crise no Brasil, a crise só se agravou a partir do momento que esse governo assumiu o país e com essas agendas de retrocessos implantadas por Temer, PSDB e seus aliados, só tendem a agravar ainda mais essa crise que se alastra e que o povo brasileiro já está sentindo com aumentos de impostos, com o aumento da gasolina, com aumento do gás de cozinha, com a diminuição de vagas em universidades privadas através de programas de assistência estudantil, com congelamentos de gastos, com a falta de investimentos nas estradas brasileiras, enfim são várias situações que esse governo não tem condições de reverter e só tende a se agravar.

3)O PDT terá candidatura própria a governador em 2018?
O PDT terá sim candidatura própria no Estado do Rio Grande do Sul, nós estamos trabalhando com o nome de Jairo Jorge, ex-Prefeito de Canoas, homem que tem uma trajetória honrada, de muito trabalho a serviço do povo, Canoas reelege-o com a maior expressão eleitoral, uma aprovação imensa, um homem que é um exemplo de gestor e tem muito a contribuir com a retomada de crescimento do Rio Grande do Sul e para implantarmos um projeto trabalhista recuperando o legado de Leonel Brizola, que já foi Governador desse Estado, Colares que fez uma grande gestão e o povo gaúcho reconhece esse trabalho e agora vamos trabalhar para ter pela 5° vez um Governador trabalhista do PDT encabeçado por Jairo Jorge que hoje é nosso pré candidato e já estamos realizando no estado todo reuniões com o partido para afiar a nossa militância para entrar no processo eleitoral democrático do ano que vem de cabeça erguida e orgulho de ter um candidato que tenha chances reais de assumir o Palácio do Piratini.

4)No que o PDT pode contribuir para que o RS retome o seu desenvolvimento?
Na verdade o PDT já governou o Rio Grande, o trabalhismo, quatro vezes, com Getúlio Vargas na década de 1920, com Ernesto Dornelles da década de XL, Leonel Brizola na década de 1960 e depois na década de 1990 com Alceu Colares.
O PDT está montando um projeto para voltar a eleger o quinto governador do Rio Grande e sempre que o PDT governou, priorizou a educação, valorizou a questão da segurança, nunca descuidou da saúde, exemplo dos melhores secretários da saúde do estado, que se tem notícia é Deputado Ciro Simoni, aliás integrante do PDT do litoral norte gaúcho. Nós estamos montando um projeto exatamente para criar uma nova perspectiva para o Rio Grande, um Rio Grande que dá certo, os gaúchos saem do Rio Grande e são líderes em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, no Centro Oeste, Goiás, Norte, Nordeste e por que o gaúcho que está no Rio Grande do Sul não pode dar certo? Claro que pode, é preciso alguém que aposte na qualidade, na auto estima, valorize respeite o gaúcho.
Não é pisando no pescoço da professora, do professor, do policial civil, que nós vamos melhorar o Rio Grande, ao contrário, é valorizando as nossas potencialidades em termos de material humano, valorizando nossos quadros e reconhecendo as nossas diferenças regionais em suas potencialidades e em suas dificuldades, exatamente estimulando o que tem de potencial e auxiliando naquilo que são dificuldades para que o desenvolvimento regional aconteça de forma coletiva e o litoral norte do Rio Grande tem potencialidades grandes, tem também as dificuldades e o PDT está diagnosticando tudo isso, para num projeto de governo apresentar alternativas, para ampliar as potencialidade e minimizar as adversidades.

5)O Litoral Gaúcho necessita de obras de infraestrutura, como a nova ponte Tramandaí-Imbé. Quais são suas ações voltadas a esta região?
A duplicação da ponte Giuseppe Garibaldi é uma necessidade antiga da região, mas mais que duplicar ou tão tanto quanto duplicar, faz-se necessário fazer uma reforma nessa ponte, até porque ela está ameaçada de ruir. Há um prenúncio de um acidente grave, de uma tragédia entre essas duas cidades. Nesta questão, eu mesmo fiz uma visita em loco para fazer uma averiguação da realidade da ponte, no que diz respeito ao seus desgastes, na estrutura, enfim, conversei com o prefeito de Tramandaí, Prefeito Gauto, estivemos juntos averiguando a ponte juntamente com o vice prefeito Flavinho, com o prefeito de Imbé também, em função disso dialoguei com o estado exatamente fazendo um apelo e usando a tribuna da Câmara dos Deputados para que o estado tomasse providências para fazer uma vistoria técnica e pudesse fazer uma avaliação até pela eminencia do perigo que significa a ponte em decorrência do desgaste.
Ato contínuo esse ano juntamente com outros colegas parlamentares, nós apresentamos uma emenda de bancada exatamente para aportar recursos para a reforma da ponte, ela não ficou entre as duas emendas prioritárias, uma das quinze emendas prioritárias da Bancada Federal e vamos agora trabalhar, pressionar para que o governo libere os recursos para que possamos ver essa obra acontecer, até porque além de reformar a ponte, nós vamos ter que em breve fazer mais uma ponte, porque hoje o trânsito no verão está estrangulado, pois além de termos uma ponte ruim com desgaste bastante expressivo ainda ela é insuficiente para que possamos atender a demanda de fluxos e melhorar a mobilidade entre Tramandaí e Imbé, então, ainda, além de reformar a ponte nós precisamos ampliar a construção de pelo menos mais duas pistas para melhorar o tráfego.

6)Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio tricampeão da Libertadores, será candidato a governador ou a senador?
Romildo Bolzan Júnior é um grande gestor, avalizado pelo município de Osório, onde ele foi Prefeito e realizou uma grande gestão, é o sonho do PDT tê-lo como candidato majoritário, Jairo Jorge já é nosso candidato a Governador. Já estamos trabalhando nisso há muito tempo, agora, Romildo candidato ao senado é uma opção de defesa, de enfrentamento e de grandes projetos para o Rio Grande do Sul, ele conseguiu conduzir de maneira exemplar a gestão dentro do Grêmio e mostrou isso com grande competência, conseguiu administrar muito bem Osório e tem muito a contribuir com o PDT e o Rio Grande do Sul como Senador. Agora basta construirmos uma candidatura com ele e tentar trilhar um caminho para que ele venha ser de fato o nosso candidato.
Vieira da Cunha é outro nome de grande relevância dentro do nosso partido é um nome reconhecido por todos trabalhistas do Rio Grande do Sul, também é outra sugestão do nosso partido para concorrer uma vaga do Senado Federal e vamos trabalhar com os nomes de Vieira da Cunha e Romildo Bolzan para que disputem essa vaga e ajudem nosso projeto de retomada de crescimento do Rio Grande do Sul, um projeto em conjunto com nossa candidatura ao Palácio do Piratini que é o Jairo Jorge.

Anúncios

PDT prepara candidaturas

Jairo Jorge, Tione e Ciro Gomes (esq. p/ dir.)

No cenário estadual o PDT já desponta com a pré-candidatura a governador de Jairo Jorge, ex-prefeito de Canoas, homologada ontem em pré-convenção ocorrida em Porto Alegre. A antecipação aos adversários serve para consolidar a posição do PDT, surgindo como alternativa forte em meio à crise econômica e política. Estratégia semelhante foi usada pelo PT quando elegeu Tarso Genro governador.
Jairo Jorge mira uma aliança com o PSB gaúcho e realiza roteiro por diversas cidades, inclusive já esteve em Osório, reunido com o prefeito Eduardo Abrahão e demais lideranças trabalhistas.
No plano nacional a tendência é de Ciro Gomes ser o candidato a presidente pelo PDT. Ele e Jairo Jorge estão nesta foto com Tione Oliveira, ex-vereador do PDT em Tramandaí.

Calu preside PDT de Osório

Calu Anflor

Hoje pela manhã o Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Osório elegeu seu novo presidente. Concorreu chapa única, com Luiz Carlos Anflor (Calu) a presidente e Celso Ferri como vice-presidente. Gilmar Luz ficou como secretário.
Muitos pedetistas votaram, levando Calu à presidência do PDT por dois anos. Ficou decidido também que Renato Medeiros é o presidente da comissão de ética partidária.
A convenção pedetista serviu ainda para a definição dos quadros dirigentes da Ação da Mulher Trabalhista (AMT), uma instância bastante valorizada pelo PDT local.

PDT deixa Governo Sartori

Dep. Pompeo de Mattos faz pronunciamento

Ontem o PDT decidiu deixar o Governo Sartori. Conforme a Rádio Guaíba, durante encontro na sede do partido, em Porto Alegre, apenas sete dos cerca de 300 integrantes presentes no diretório estadual defenderam a permanência. A votação ocorreu depois de discursos fortes contra o governo. A decisão já havia sido antecipada na semana passada, durante jantar de parte da bancada com Sartori.
No Litoral Norte este posicionamento fecha com várias alianças locais, pois PDT e PMDB são adversários em Osório, Tramandaí, Torres, Maquiné e Terra de Areia.
O partido prepara candidatura própria ao Palácio Piratini. O ex-prefeito de Canoas, Jairo Jorge, é visto pela cúpula pedetista como candidato a governador em 2018.

Juventude do PDT gaúcho promove evento no Litoral Norte

Verão com Vida PDTO projeto “Verão com Vida”, promovido pela Juventude Socialista, juntamente com a direção estadual do PDT, reúne anualmente no Litoral Norte centenas de jovens e lideranças partidárias para uma série de eventos na região.
Este ano o evento percorrerá as praias de Tramandaí, Capão da Canoa e Atlântida Sul nos dias 23 e 24 de janeiro.
Estão programadas caminhadas pelas praias para distribuição de sacolas ecológicas, Jogos de Verão, palestras e reuniões. Haverá almoço com a militância para discutir política e outros assuntos do momento.

PDT está dividido sobre permanência no Governo Dilma

Pompeo de Mattos, senador Lasier e Vieira da Cunha

Pompeo de Mattos, senador Lasier e Vieira da Cunha

O senador Lasier Martins, durante reunião realizada nesta terça-feira (14) na sede do PDT em Brasília, leu manifesto assinado por ele e pelos senadores Cristovam Buarque e José Antônio Reguffe pedindo a saída do governo. Durante manifestação de sua posição recebeu o apoio de Reguffe e de Vieira da Cunha, secretário de Educação do Rio Grande do Sul. No entanto, a maioria dos integrantes do PDT votou pela permanência e defenderam ainda que o ministro do Trabalho, Manoel Dias, continue no cargo. Estiveram na reunião parlamentares, integrantes da executiva e presidentes dos diretórios estaduais. O manifesto diz que o ciclo do PT se esgotou e que o Brasil caminha para o abismo.
“Chego a ter vergonha de ver o meu nome no painel do Senado integrando o Bloco do governo”, disse Lasier na reunião.

PDT estadual fará convenção em São Borja

O PDT gaúcho fará convenção no dia 21, em São Borja, ocasião em que será homenageado Leonel Brizola, fundador da sigla, falecido há 10 anos e sepultado nesta cidade junto com sua mulher, Neusa Brizola, e seu cunhado, João Goulart. São Borja é município que tem a marca do trabalhismo. Basta lembrar que também é a terra natal de Getúlio Vargas.
O PDT nacional, em convenção ocorrida no dia 10, optou por apoiar Dilma Rousseff (PT) em sua tentativa de reeleição. O partido tem o Ministério do Trabalho, cujo titular é o trabalhista Manoel Dias.
No plano estadual está posta a pré-candidatura a governador de Vieira da Cunha. Ele tem percorrido diversas cidades, reunindo-se com correligionários e procurando fortalecer a aliança em torno do seu nome.